O individuo e a sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2665 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
* OS CONCEITOS DE INDIVÍDUO E SOCIEDADE PARA AS CIÊNCIAS SOCIAIS
* As Ciências Sociais compreendem o conjunto de saberes relativos às áreas da Antropologia, da Sociologia e da Ciência Política.
* A Sociologia tem como objeto de estudo a sociedade, com ênfase nas suas diferentes formas de organização, bem como nos processos que interligam os indivíduos em grupos e instituições.
* Oolhar antropológico privilegia os aspectos culturais da sociedade, como costumes, crenças e valores morais dos diferentes de grupos e comunidades. Sua abordagem possui um caráter integrativo, cuja propósito é não “parcelar o homem”.
* Na Ciência Política, analisam-se as questões ligadas às instituições do poder, como a sua origem, manutenção, distribuição, transferência, ou perda.
* Asrelações entre indivíduo e sociedade. “O homem faz a sociedade, ou a sociedade faz o homem?” (Rodrigues, Alberto Tosi. Sociologia da Educação, pg. 19).
*
* “Sem dúvida temos consciência, ao mesmo tempo, de que esse abismo entre os indivíduos e a sociedade não existe na realidade. Toda sociedade humana consiste em indivíduos distintos e todo indivíduo humano só se humaniza ao aprender aagir, falar e sentir o convívio com outros.” (Elias, Norbert. A Sociedade dos Indivíduos, pg. 67).
* Ao observar os fenômenos sociais somos levados a nos confrontar com nossas próprias posições, nossos valores, nossa visão de mundo, que interferem na nossa pesquisa. Nossa fala, nossos gestos, nosso modo de ser e de agir revelam o tipo de socialização que tivemos e que influencia em nossa visãode mundo.
* “Abordagens teóricas são como lentes de aumento, que nos ajudam a ver e compreender melhor certos aspectos da realidade.” (Santos, Myriam Sepúlveda dos. Memória Coletiva e Teoria Social, pg.

* A NATUREZA DA CULTURA
* De um modo geral para a Antropologia o conceito de cultura poderia ser definido como todo aquele conjunto de conhecimentos, que inclui crenças, arte,moral, lei, costumes e quaisquer outras capacidades e hábitos adquiridos pelo homem como membro de um grupo ou sociedade.
* Segundo o antropólogo norte-americano, Leslie White, a capacidade de produzir cultura se dá quando o cérebro do homo-sapiens foi capaz de gerar símbolos, com significados próprios.
* Segundo Ruth Benedict, a cultura é como a lente, através da qual o homem vê o mundo.
*Indivíduos de culturas diferentes podem ser facilmente identificados. Isto se dá pelo seu modo de agir, suas roupas (ou pela ausência delas), os alimentos selecionados e, de um modo mais evidente, a partir das próprias diferenças linguísticas.

* “A coerência de um hábito cultural somente pode ser analisada a partir do sistema a que pertence (Laraia: 2005; pg. 87.)”
* O etnocentrismo éum fenômeno universal. Os indivíduos vêem o mundo através de sua cultura e têm a propensão em considerar o seu modo de vida como o mais correto e o mais natural.
* Muitos ainda acreditam nas velhas, persistentes e incorretas teorias que atribuem capacidades inatas e específicas a determinadas raças.
* Atualmente os antropólogos estão totalmente convencidos de que as diferenças genéticasnão são determinantes das diferenças culturais (Laraia: 2005; pg.17).
* Pela lógica do determinismo geográfico as forças do mundo natural agiriam de modo mecânico e determinante sobre as sociedades humanas.
* Na verdade esta visão é equivocada, na medida em que as diferentes culturas humanas são influenciadas, mas não determinadas de modo absoluto pelo meio físico.
* A cultura écondicionada, mas não sobredeterminada por seu meio. Assim, o habitat se define ao ser habitado; e e sse habitar cria hábitos e define sentidos existenciais que conduzem a coevolução das culturas com seu meio, através das formas de apropriação de seu meio ambiente. (Leff, Enrique. Saber Ambiental, pg. 283)
* SAÚDE, DOENÇA E CULTURA: http://www.youtube.com/watch?v=BKFdvXH5fpk

*
AS...
tracking img