O ensino da matematica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4714 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE MONTE NEGRO

POLO E CAMPO MAIOR - PI

CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO: EM METODOLOGIA DO ENSINO DA MATEMÁTICA

DISCIPLINA: METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTIFICA

PROFESSOR MESTRE: VALDOMIR MARQUES DE SOUSA

O ENSINO DE MATEMÁTICA NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL NA UNIDADE ESCOLAR CECILIA COELHO DE RESENDE.

BOA HORA DO PIAUÍ /2010

FACULDADE MONTE NEGRO

POLO E CAMPO MAIOR -PI

CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO: EM METODOLOGIA DO ENSINO DA MATEMÁTICA

DISCIPLINA: METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTIFICA

PROFESSOR MESTRE: VALDOMIR MARQUES DE SOUSA

ACADEMICO: PEDRO RODRIGUE COELHO

O ENSINO DE MATEMÁTICA NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL NA UNIDADE ESCOLAR CECILIA COELHO DE RESENDE.

Projeto de pesquisa apresentado a FaculdadeMonte Negro como requisito parcial de abtenção de nota à disciplina metodologia de pesquisa cientifica, sob orientação do Professor Mestre Valdomir Marque de Sousa.

BOA HORA DO PIAUÍ /2010

PROBLEMÁTIZAÇÃO

Como se dá o processo ensino aprendizagem no 6º ano da Unidade Escolar Cecília Coelho de Resende na Cidade de Boa Hora do Piauí – PI?

PROBLEMATIZAÇÃO – QUESTÕES NORTEADORAS:Como se da às diferentes formas didáticas de se trabalhar os conteúdos do 6º ano?

Quais os aspectos sociais – econômico que interferem direto ou indiretamente no processo de ensino aprendizagem desses educandos?

Quais os possíveis problemas de saúde que interferem na aprendizagem da matemática?

OBJETIVOS

OBJETIVO GERAL:

Analisar as principais causas que dificultam oensino/aprendizagem de matemática na Unidade Escolar Cecília Coelho de Resende.

OBJETIVOS ESPECIFICOS:

Identificar as diferentes formas didáticas de se trabalhar os conteúdos de matemática no 6º ano.

Compreender os aspectos sócio-culturais dos alunos do 6º ano do ensino fundamental.

Refletir os problemas de saúde que podem e interferem no aprendizado da matemática especificamente.

1JUSTIFICATIVA

Esta pesquisa que ora apresento se justifica pela percepção do constante e alto nível do e 6º anos reprovação na Unidade Escolar Cecília Coelho de Resende, do elevado nível de retenção ou progressão parcial (que ocorre a anos no contexto nacional e, principalmente no percurso escolar do ensino fundamental), de um currículo descontextualizado, de um currículo que tendência aofracasso escolar e a descrença pessoal em virtude de uma visão particular e simplista das dificuldades de aprendizagem apresentadas pelos educandos.

No entanto, há de se perceber a interligação que deve existir entre escola e família, pois juntas poderão reconhecer e trabalhar as dificuldades de maneira a modificar o quadro que se apresente.

No intuito de justificar a importânciadesta pesquisa urge a necessidade de compreender a fase de transição afetiva, emocional e física porque passa os alunos do 6º ano não como fato isolado, mas considerando todo um contexto que leva as possíveis dificuldades no aprender.

O período que vivenciam as crianças de 6º ano é também chamado de período de operações concretas, segundo a teoria do desenvolvimento humano de Jean Piaget (10a 12 anos), que divide os períodos do desenvolvimento de acordo com o aparecimento de novas qualidades do pensamento, o que interfere no desenvolvimento global.

No aspecto afetivo, ocorre o aparecimento da vontade como qualidade superior e que atua quando há conflitos de tendências ou intenções, a exemplo: entre o dever e o prazer de estudar.

Nessa fase o aluno adquire umaautonomia crescente em relação ao adulto (professores/as ou pais), passando a organizar seus próprios valores morais. Os novos sentimentos morais característicos deste período vão desde o respeito mútuo, honestidade e justiça, até o companheirismo.

Em paralelo o grupo de colegas de classe satisfaz, progressivamente, as necessidades de segurança e afeto. Neste sentido, o sentimento de...
tracking img