O condicionamento do comportamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2400 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O dicionário de Oxford define propaganda como “ uma associação ou projeto para propagar uma doutrina ou prática”, e a palavra origina-se do latim propagare, que significa a técnica do jardineiro de cravar no solo os rebentos novos das plantas a fim de reproduzir novas plantas que depois passarão a ter vida própria. No Brasil há pouca distinção entre os termos publicidade epropaganda. É de uso mais comum usar propaganda para se referir aos anúncios veiculados na televisão e todas as intenções alusivas à propagação de idéias com fins persuasivos, como a propaganda política. Publicidade, curiosamente, refere-se a anúncios impressos e tem conotação mais comercial, o profissional que trabalha neste ramo é chamado de publicitário e não propagandista.
Algumas das definiçõesdicionarizadas encontradas para propaganda foram “ propagação de princípios, idéias, conhecimentos ou teorias; arte e técnica de planejar, conceber, criar, executar e veicular mensagens de propaganda” (1986). E para publicidade foram “publicação de matéria jornalística, geralmente de interesse de uma empresa, pessoa, organização, entre outros, por veículo de comunicação; arte e técnica de obterpublicidade.
Publicidade ou propaganda, o fato é que as tentativas de modificar a opinião dos outros são bem antigas. Em 1633, por exemplo, o Papa Urbano VIII instituiu a “Congregação de Propaganda Fide”, também conhecida como “Congregação da Propaganda” ou simplesmente “A Propaganda”, uma comissão encarregada das comissões estrangeiras das igrejas. Na maioria das vezes isso foi entendido como umprocesso benéfico que, por meio do exemplo e da pregação, traria os pagãos das trevas para a luz, defendendo o cristianismo já que muitos povos nunca o apreenderiam alguma intervenção. A propaganda só nasceu quando a Igreja Católica começou a sentir o impacto de novas doutrinas que ameaçavam seus seguidores e a necessidade de conquistar novas terras.
No século passado, a propaganda sofreutransformações radicais, a começar da I Guerra Mundial, quando mentiras, subterfúgios políticos e histórias de atrocidades foram inescrupulosamente empregados, numa tentativa de influir no desfecho do conflito. Surgiram novas técnicas, como a introdução da imagem (fotografia e ilustração), numa época de grandes transformações oriundas da Revolução Industrial.

Publicidade e condicionamento humano
ParaBaudrillard a publicidade “constitui-se no todo um mundo inútil e inessencial” (pág.174 ). Ilustrando essa afirmação, imagine-se uma cidade caracterizada pela ausência de placas publicitárias sobre as suas construções, ou que essas placas fossem utilizadas segundo normas
estabelecidas por padrões estéticos, formais e textuais, de modo a não agredir a paisagem urbana como se observa hoje.Inexoravelmente, apreenderia-se mais a respeito dos valores arquitetônicos e urbanísticos desta cidade imaginária. Esses valores poderiam tornar-se objeto de discussão com vista a melhorar a qualidade de vida de seus habitantes. Mas, no atual momento, tudo isto é utópico.
Assim como a presença maciça das placas publicitárias esconde a estrutura arquitetônica de uma cidade, a sua mensagem, transmitida pormeio de textos e imagens camuflam interesses de grupos ideológicos e distorcem o que deveria ser a razão de sua existência: informar. Quando, hipoteticamente, passeia-se por essa cidade imaginária, não se está somente tendo um contato mais íntimo com as habitações que nela existem, pela ausência de poluição visual. Concomitantemente, sente-se livre de diversos estímulos que, implacavelmente,atordoam o inconsciente.
Após a introdução da imagem na publicidade, o apelo de sua mensagem trocou o cunho meramente informativo para o persuasivo. A intenção das empresas de ampliar a venda de seus produtos fez com que os publicitários, homens de marketing, lançassem mão de novas estratégias, entre elas o condicionamento do comportamento humano. Passaram a inventar necessidades e desejos e,...
tracking img