E-commerce/e-business

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1631 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE PRESIDENTE VENCESLAU









TRABALHO PARA REPOSIÇÃO DE FALTAS

E-COMMERCE/E-BUSINESS

PROFESSORA:Daiane Tomazeti

ALUNA: Larissa Mendes dos Reis















PRESIDENTE VENCESLAU, JUNHO DE 2008
E-COMMERCE


Quando se fala em e-commerce, a maior parte das pessoas pensa em
workaholics a fazerem compras online à última da hora, porque voltaram aesquecer-se do aniversário de alguém.
No entanto, para além das compras na Internet, o e-commerce inclui transações
de títulos financeiros, compra e download de software e os negócios B2B, que vieram
facilitar as compras das grandes empresas. Espera-se ainda que venham a ser
possíveis pequenas transações, na ordem das dezenas ou centenas de escudos,
que permitam pagar o acesso a conteúdos,como video-on-demand e jogos online. O
e-commerce pode assim ser definido como o conjunto das transações comerciais de
produtos e serviços efetuadas através da Internet ou de outros meios digitais.
Portanto, trata-se de um processo equivalente ao comércio tradicional, mas utilizando
diferentes meios.



1. QUAL A IMPORTÂNCIA DO E-COMMERCE?


Em termos de nível de desenvolvimento oe-commerce está no seu expoente
máximo nos Estados Unidos, dada a forte infraestrutura tecnológica deste país, a
cultura consumista e a legislação favorável.
Os bens mais vendidos via Internet, continuam a ser os produtos informáticos,
bens de consumo, livros e revistas, música e produtos de entretenimento (CDs, DVDs
e cassetes de vídeo).


2. BREVE HISTORIAL DO E-COMMERCE

O conceitode e-commerce é anterior à web, pois em 1970 surgiram o EDI e o
EFT (Electronic Funds Transfer), que através de redes informáticas privadas
constituíam formas de efetuar transações intraempresa e interempresas. Durante
décadas, grandes empresas, tais como bancos, companhias aéreas, grandes
retalhistas e produtores utilizaram estas ferramentas, aumentando significativamente
a eficiência dosprocessos entre comprador e vendedor, otimizando estoques e
melhorando o serviço a clientes.
A desvantagem destas soluções estava nos custos de implementação, dada a
não existência de standards internacionais para os formulários e a utilização de
tecnologias diferentes por cada empresa.
As soluções atuais, baseadas na web, são mais versáteis, baseadas em
standards e utilizam tecnologias defabricante. Estes fatores permitem a obtenção de
custos relativamente baixos, que estão ao alcance de empresas de pequena e média
dimensão.
Para que a presença de uma empresa na web possa ser classificada de
e-commerce, é necessário que esta faça transações com clientes através da web,
nomedamente vendendo produtos ou serviços. Se a empresa se encontrar numa
etapa avançada de implementação doe-commerce, terá uma plataforma eletrônica
integrando todo o ciclo de encomenda, entrega e fatura.



2.1. Que fatores levam o mercado a aderir ao e-commerce?

Numa análise sob o ponto de vista do consumidor individual, as principais razões
que levam as empresas a aderir ao e-commerce, são as seguintes:
1. Aumento das alternativas de escolha, com mais produtos, procura global e
largaescolha de preços;
2. Procura de informação, como seja informação detalhada sobre os produtos, a
disponibilidade e o ponto de situação de encomenda;
3. Disponibilidade de serviço a clientes online;
4. Evitar as deslocações e as dificuldades de estacionamento;
5. Redução dos constrangimentos relacionados com o fator tempo, como sejam
as horas de abertura.
Em relação às empresas, as razões são asseguintes:
1. Pouco valor acrescentado das encomendas, sobretudo para os casos de
valores reduzidos ou repetição de encomendas;
2. Maior leque de escolha;
3. Ciclo de compra mais reduzido;
4. Maior facilidade de fornecimento de informação, como seja disponibilidade e
ponto de situação da encomenda;
5. Menores custos que no caso do EDI;
6. Melhor facilidade de comunicação entre os...
tracking img