A teoria marxista das classes e da luta de classes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3202 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A TEORIA marxista das classes e da luta de classes, formulada por Marx e confirmada pela experiência secular do movimento socialista, é um instrumento poderoso nas mãos dos comunistas de todos os países na luta pela derrubada do capitalismo e a vitória do socialismo. Guiado pela teoria marxista-leninista de classes e da luta de classes, o Partido Bolchevique assegurou a liquidação do capitalismoe a edificação do socialismo na U.R.S.S. Os Partidos Comunistas de todos os países têm lutado e conquistado vitórias orientados por essa teoria.

Toda sorte de desvios da teoria marxista da luta de classes, como nos ensina a experiência histórica do movimento da classe operária, leva à degenerescência burguesa do movimento socialista. Todos sabem perfeitamente a que ponto de subserviência àburguesia, caiu o reformismo social-democrático que condenou ao esquecimento a teoria marxista da luta de classes e substituiu-a pela teoria de colaboração entre a classe dos explorados e a classe dos exploradores. Na pessoa dos atuais socialistas de direita, o reformismo social se pôs abertamente a serviço do imperialismo americano.

A burguesia imperialista, através de seus agentes, esforça-se portodos os meios possíveis para desintegrar as fileiras do movimento comunista, para semear o descrédito na teoria marxista-leninista, para embotar a lâmina da teoria marxista-leninista da luta de classes e para arrastar os comunistas ao caminho do reformismo. É perfeitamente sabido que traidores como Bukharin, que se venderam ao imperialismo, lutaram contra a teoria marxista de luta de classes edefenderam a teoria capitulacionista da transição pacífica do capitalismo para o socialismo.

Quanto é pernicioso esse afastamento da teoria marxista da luta de classes, demonstra-o a falência política da direção iugoslava que se afastou do internacionalismo e passou para a posição do nacionalismo pequeno burguês. Os dirigentes iugoslavos viraram as costas à Frente Única Socialista contra oimperialismo e enveredaram pelo caminho da traição à causa da solidariedade internacional dos trabalhadores, expondo assim a Iugoslávia ao perigo de ser escravizada pelos Estados imperialistas.

A renúncia à teoria marxista da luta de classes leva inevitavelmente à submissão e à capitulação à burguesia. Não é a toa que os imperialistas de todos os países atacam tão ferozmente a teoria marxista daluta de classes numa tentativa para privar a classe operária de sua arma mais poderosa.

Os economistas e historiadores burgueses que precederam Marx, reconheceram a existência das classes e da luta de classes na sociedade, mas achavam que a divisão da sociedade em classes era uma lei eterna e imutável da sociedade e apoiavam a reconciliação das contradições de classe. Para eles a divisão empobres e ricos era uma condição natural e permanente da sociedade.

Marx demonstrou que a existência de classes não era eterna, que estava ligada às formas historicamente determinadas do desenvolvimento da produção e das relações de produção baseadas na propriedade privada dos meios de produção. Além disso, Marx mostrou o caminho para a eliminação das classes e indicou qual a força social quelibertaria a sociedade do antagonismo das classes.

A descoberta do papel histórico, mundial, da classe operária, decoveiro do capitalismo e construtor da sociedade socialista constitui um grande serviço prestado por Marx. Entre toda a massa do povo trabalhador e explorado, o marxismo considera a classe operária como a mais consequentemente revolucionária até o fim, a classe que não está amarrada aempecilhos de propriedade, privada, que cresce com o desenvolvimento do capitalismo e que, portanto, é capaz de destruir o capitalismo e de dirigir as massas trabalhadoras para o socialismo.

Marx mostrou que a luta de classe do proletariado tem inevitavelmente que levar à liquidação da dominação política da burguesia e ao estabelecimento da ditadura do proletariado que constitui uma arma...
tracking img