Catequese

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1247 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REGINALDO NASCIMENTO DE OLIVERIA LEAL

Ciência e Método: Uma Visão História

Resumo apresentado para obtenção de nota parcial na disciplina de Metodologia da Pesquisa Cientifica, Curso de Pós Graduação em Pedagogia Catequética da Pontifícia Universidade Católica de Goiás ( PUC-GO), em 2012/10.
Professor: Ms. Valdivino J. Ferreira

GOIÂNIA
2012

Ciência e Método: Uma Visão HistóricaDevido aos propósitos iniciais de busca da resolução de problemas relativos a sua existência e a resposta de questionamentos acerca da origem do universo e da vida humana e suas peculiaridades, a ciência é vista, também por influencia dos veículos de comunicação em massa, coma a resposta milagrosa de tudo aquilo que é de difícil compreensão e explicação, o que acaba endeusando a figura docientista.
Por outro lado os próprios cientistas acabam por vezes colaborando com esta ideia, visto que para financiamento de suas pesquisas por entidades de interesse nessas, procuram em sua dialética provar que sem a realização das mesmas, relevantes resultados práticos deixariam de ser obtidos.
Plausivelmente a investigação cientifica é utilizada para satisfazer as necessidades humanas sendoutilizada também como ferramenta para estabelecer um controle pratico sobre a natureza. Prova disso são os inúmeros benefícios trazidos pela pratica da descoberta cientifica como o radio, televisão, eletricidade, informática etc.
Todavia para que descobertas fantásticas frutos satisfatórios de elaboradas pesquisas cientificas pudessem ser realizadas no decorrer da historia, um longo caminho deaperfeiçoamento de métodos, entendimento e superação de concepções foi percorrido.
Inicialmente, oito séculos antes de Cristo a Ciência grega tinha como única preocupação a busca do saber, a compreensão das coisas e do homem. O conhecimento cientifico era desenvolvido pela filosofia. Os filósofos pré-socráticos atuantes nesse período estabeleceram uma ruptura gradual com a mitologia afim de implantara filosofia com a ideia da existência de uma ordem natural no universo em detrimento da concepção mitológica do caos desencadeado pela força das divindades.
Os pré-socráticos distinguiam o que pode ser distinguido pelos sentidos e o que pode ser percebido pela inteligência. Segundo eles os princípios ordenadores da natureza das coisas, por estarem debaixo das aparências, não podiam serpercebidos pelos sentidos, mas apenas pela inteligência. Era então de responsabilidade da inteligência a elaboração e esclarecimento da possível ordem que existia por traz da aparente desordem dos fenômenos sensíveis e perceptíveis.
Após os pré socráticos surge Platão que acredita que o verdadeiro mundo é o das ideias e que nele contem os modelos e as essências de como as aparências devem seestruturar. Para Platão a forma acessível aos sentidos, apenas nos mostra como as coisas são, mas não o que elas são. Ele destrói o valor da experiência empírica como fonte e critério de julgamento do conhecimento, da verdade, e valoriza a intuição racional como mecanismo para se apropriar da essência do real, do Ser.
Na contramão, Aristóteles que embora fosse discípulo de Plantão propõe uma ciência queproduz um conhecimento que pretende ser um fiel espelho da realidade, por estar por estar sustentado no observável e pelo seu caráter de necessidade e universalidade. Desenvolve um conhecimento da essência das coisas e das suas causas , respondendo as perguntas o que é? e porque é? Esta é uma ciência do discurso, qualitativa, que considera que o conhecimento verdadeiro deve satisfazer oscritérios da justificação lógica, ou seja, deve ser demonstrado com argumentos que sustentam a certeza e tornam evidente a sua aceitação em função da coerência logica de suas afirmações com os conceitos universalmente aceitos.
Pode-se contudo perceber que a visão que os gregos tinham do universo era de que havia uma ordem natural que governava o cosmos e que regia todos os acontecimentos . À filosofia...
tracking img