A telegrafia nos dias atuais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1674 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1

A Telegrafia nos Dias Atuais
Antecedentes Quando Samuel Finley Breese Morse, em 1844, inventou o Código Internacional Morse, nunca imaginou o quanto era importante a sua invenção para a humanidade. Estava criada uma nova linguagem que atravessaria os séculos XIX e XX, sendo utilizada até os dias de hoje. No Brasil, a 1ª ligação telegráfica ocorreu em 11 maio 1852, entre o Paço Imperial, naQuinta da Boa Vista (RJ), e o QG do Exército, no Campo de Santana (RJ), tendo como operadores pioneiros o Professor Guilherme Schuch Capanema e o Coronel Polidoro Quintanilha da Fonseca Jordão. Começavam os relevantes serviços da Telegrafia para o Exército Brasileiro e para o Brasil. O marco inicial do emprego do Telégrafo elétrico em combate, foi no conflito travado na península da Criméia(Ucrânia), entre a Rússia e a coalizão liderada pela França e Inglaterra (18541856). Na Guerra do Paraguai, com a nomeação do Marquês de Caxias, como comandante em chefe brasileiro, em 10 outubro de 1866, uma das primeiras providências tomadas foi instituir um sistema telegráfico de campanha, o que viria facilitar a coordenação das Forças Aliadas nas manobras de HUMAITÁ e PIQUICIRI, que selou a sorte doditador paraguaio. A criação da Companhia de Telegrafistas Militares, em 1875, fazendo parte do Batalhão de Engenheiros, foi EMBRIÃO DA ARMA DE COMUNICAÇÕES. A importância da telegrafia nas 1ª e 2ª guerras mundiais foi tão grande que os serviços de inteligência dos aliados, alemães e japoneses trabalhavam 24 horas por dia procurando decifrar os “códigos” empregados na transmissão do código Morse.Na revolução de 1964 (ou contra-revolução), considerando as dimensões do vasto território brasileiro e as dificuldades nas comunicações da época, os contatos em telegrafia e teletipo realizados pelos sargentos do então QRE (Quadro de Radiotelegrafistas do Exército) foram de vital importância para o Alto Comando alcançar os objetivos desejados, mantendo, além da integração, evitando uma lutafratricida, as ligações permanentes e seguras com todas as OM (Organizações Militares), inclusive isoladas, como os pelotões e destacamentos de fronteira.

2

Desenvolvimento Apesar do avanço tecnológico, particularmente em Informática (computadores, internet, etc.), a telegrafia ainda hoje é utilizada entre radioamadores, e segundo pesquisas de países considerados de 1º mundo, o tráfego demensagens em CW no leste europeu é muito grande, mostrando que essa modalidade de transmissão não foi abandonada por nações mais adiantadas tecnologicamente. Os radioamadores exploram a telegrafia em contatos internacionais, facilitados pelo uso do código “Q”, tornando possível a comunicação em qualquer idioma. Nos recentes terremotos na Turquia e Índia, quando todos os meios de comunicações estavamprejudicados, os radioamadores, tanto em fonia como em telegrafia, lá estavam com pequenos geradores e baterias improvisadas ajudando os governos daqueles países no socorro e resgate das vítimas. No editorial do Informativo nº 47 do PRC (Pioneiros Rádio Clube) de Recife, escrito pelo Radioamador PR7-OJ, resumimos o seguinte: “Na tragédia da Ásia, com o terrível maremoto que atingiu vários países logoapós a passagem do TSUNAMI, as torres de celulares, microondas, de televisão e de rádios comerciais estavam no chão, com as centrais de operações inundadas e sem antenas. Foram os radioamadores com seus SSB e CW que estabeleceram as primeiras ligações entre cidades e até países. Em algumas localidades como Nicobar e Andaman, foram os radioamadores que estavam fazendo uma expedição àquelasraríssimas ilhas, que estabeleceram comunicação entre as ilhas e a Índia. Trabalharam dias, com seus equipamentos e baterias, já que a ilha foi praticamente destruída e estava sem energia elétrica. Foram supridos com novas baterias pelo próprio Exército indiano, que reconheceu o relevante serviço prestado pelos radioamadores operando em SSB e Telegrafia (CW)”. O editorial em referência faz alusão ao...
tracking img