A racionalidade da aracruz celulose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4382 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE ANHANGUERA

CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO
E COMUNICAÇÃO

Penha Galvão – RA 285822

Marli Marciano Moreira Reverte – RA 301288

Rosiane Mateus de Oliveira – RA 289531

Luizmarina Alves Ananias de Mello – RA 285822

Maria Penha da Luz Pereira da Vitória – RA 301293

Cariacica
2011

FACULDADE DE ANHANGUERA

CURSO DE SERVIÇO SOCIALTECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO
E COMUNICAÇÃO

Projeto de Pesquisa de curso de Graduação apresentado apresentado a Disciplina Tecnologias da Informação e Comunicação do curso de Serviço Social da Faculdade de Anhanguera.

Penha Galvão – RA 285822

Marli Marciano Moreira Reverte – RA 301288

Rosiane Mateus de Oliveira – RA 289531

Luizmarina Alves Ananias de Mello –RA 285822

Maria Penha da Luz Pereira da Vitória – RA 301293

Cariacica
2011
SUMÁRIO

1. Introdução…………………………………………………………..….….4
2. A Racionalidade Socioambiental da Aracruz Celulose……………..….…5
2.1. A Empresa: Aspectos Descritivos……....………………..…….…5 3. Níveis de Análise…...….……………………………………………….…6
3.1. Nível 1: A Empresa em relação a seus públicos próximos……….7
3.2. Nível 2: AEmpresa e sua autoimagem……….…….. .………. ..10
3.3. Nível 3: A Empresa e seus públicos distantes………………….. 12
4. Considerações Finais……………………………………………………..14
5. Referências.……………………………………………………..………15

1. INTRODUÇÃO

O Objetivo proposto deste estudo de caso é identificar o perfil ideológico dos meios de comunicação, o que é uma tarefa muito difícil, mais da para identificá-los quando estesresultam em questões ou lutas sociais, ou ás deprecia, como lutas justas pela terra, por busca de melhores moradias, etc.
Revistas como Veja, Época e Isto É retratam muito bem estas lutas e as redes televisivas como a GLOBO, SBT e RECORD, também o fazem. Observamos esse fato quando os meios de comunicação ressaltam muita banalidade e futilidades (a vida de pessoas ricas ou famosas) e pouco se falasobre questões importantes como o desmatamento da Amazônia, a miséria nos quatro cantos do Brasil. Ou seja, a questão social será sempre tratada com desprezo pela mídia, tendo em vista que isto não é importante para a elite, que é quem detêm a concessão da maioria das grandes mídias.
O estudo de caso trata-se de uma abordagem metodológica de investigação especialmente adequada quando procuramoscompreender, explorar ou descrever.
É um dos tipos de pesquisa que vem ganhando crescente aceitação na ária da educação.

2. A RACIONALIDADE SOCIOAMBIENTAL DA ARACRUZ CELULOSE

2.1 A Empresa: Aspectos Descritivos

Antes de tudo, é preciso advertir que a empresa Aracruz Celulose S.A deixou de existir com este nome. Em Janeiro de 2009, iniciou-se um processo de fusão da empresa com a VotorantimCelulose e papel (VCP) que já era proprietária de 28% das ações da empresa, passando a ser a acionista majoritária após a compra de mais uma quota de 28% (ZERO HORA, Jan. 209). O empreendimento resultante deste processo passou a chamar-se Fibria, tornando-se a maior empresa mundial no ramo de celulose.

A Aracruz Celulose é uma empresa brasileira sediada no município de Aracruz, no EspíritoSanto, com mais de quarenta anos de atuação no mercado. Inicio seus primeiros plantios de eucalipto em 1967, sendo o empreendimento um projeto do empresário norueguês Erling Sven Lorentzen.

Sua produção provém de plantações de eucalipto que totalizam uma área de 313 mil hetares distribuídas pelos estados do Espírito Santo, da Bahia, de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul. Além dos plantiospróprios, a empresa conta com mais 96 mil hectares contratados de produtores independentes distribuídos nas mesmas regiões.

A capacidade anual de produção da Aracruz é de 3,3 milhões de toneladas de celulose de fibra curta de eucalipto realizadas nas três unidades produtivas da empresa, localizadas em Barra do Riacho (ES), Guaíba (RS) e Eunápolis (BA).

Segundo Gomes (2005), o complexo...
tracking img