A pessoa e o ser humano no novo código civil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (358 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE SANTA TEREZINHA – CEST
CURSO DE DIREITO - 2º PERÍODO
DISCIPLINA: TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL
PROFESSOR: DANIEL ALMEIDA RODRIGUES
DISCENTE: LUCAS DO LAGO ALVES COSTA
DATA:28/09/2012

_______________________________________________________________
RESUMO TÉCNICO-CIENTÍFICO

RODRIGUES, R.G. A Pessoa e o Ser Humano no Novo Código Civil. In: TEPEDINO, G.(Org.). A parte geraldo novo código civil: estudos na perspectiva civil-constitucional. Rio de Janeiro: Renovar, 2003.p.1-34.

O presente artigo tem por objetivo abordar a importância e a relação entre a pessoa e o serhumano no novo Código Civil. Nos artigos 1 º e 2 º do novo Código Civil observa-se a substituição da palavra “homem” (noção biológica) por “pessoa” (noção jurídica). Só o ser humano pode ser titulardas relações jurídicas. No estágio atual do Direito, entendemos por pessoa o ser ao qual se atribuem direitos e obrigações. A personalidade, no campo jurídico, é a própria capacidade jurídica, apossibilidade de figurar nos polos da relação jurídica. Como temos no ser humano o sujeito da relação jurídica, dizemos que toda pessoa é dotada de personalidade. O Direito também atribui personalidade aentes formados por conjunto de pessoas ou patrimônio, as pessoas jurídicas ou morais. A capacidade é a medida da personalidade. Todo ser humano é pessoa na acepção jurídica. A capacidade de fato ou deexercício é a aptidão para pessoalmente o indivíduo adquirir direitos e contrair obrigações. Sob esse aspecto entram em conta diversos fatores referentes à idade e ao estado de saúde da pessoa. Se acapacidade é plena, o indivíduo conjuga tanto a capacidade de direito ou gozo como a capacidade de fato; se é limitada, o indivíduo tem capacidade de gozo, como todo ser humano, mas sua capacidade deexercício está mitigada; nesse caso, a lei lhe restringe alguns ou todos os atos da vida civil. Quem não é plenamente capaz necessita de outra pessoa, isto é, de outra vontade que substitua ou complete...
tracking img