A mulher e seus adornos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5471 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Lumina - Facom/UFJF - v.4, n.1, p.137-152, jan/jun 2001 - www.facom.ufjf.br

A MULHER
E SEUS ADORNOS
Em Baudelaire
Maria Cristina Brandão de Faria*
>Admirador da mulher e sua relação com o que ele chama de alta espiritualidade da moda, Charles Baudelaire
exalta a maquilagem, as vestimentas e os adereços femininos definidos como uma deformação sublime da
natureza. Comentários sobre opensamento baudelairiano a respeito da Modernidade e da moda. Breve
panorama da indumentária da segunda metade do século XIX.
Charles Baudelaire - Moda – Modernidade

>Charles Baudelaire admired women and their relation to what he called the high spirituality of fashion. He
exalts feminine maquillage, ladies’s wear and adornments, all defined as a sublime deformation of nature.
Comments onBaudelaire’s thoughts about Modernity and fashion. A view of the second half of the XIXth
century’s garments.
Charles Baudelaire - Fashion - Modernity

Em seu ensaio O Pintor da Vida Moderna, o poeta francês Charles Baudelaire
(1821-1867) dedica dois capítulos para exaltar a mulher1, sua indumentária e sua
maquilagem. Um ser
para quem e por meio de quem se fazem e se desfazem fortunas, para queme
sobretudo devido a quem os artistas e os poetas compõem suas jóias mais
delicadas; de quem derivam os prazeres mais excitantes e as dores mais
profundas,
a mulher baudelairiana é, sobretudo, um astro, uma divindade que “preside todas as
concepções do cérebro masculino”. A mulher é objeto de admiração e curiosidade mais
viva que o “quadro da vida possa oferecer ao contemplador”. Mas esteser fascinante e
enfeitiçador não se apresenta apenas conforme a natureza o esculpiu. Baudelaire faz uma
espécie de apologia aos adornos e maquilagens que compõem a mulher afirmando que
“tudo que adorna a mulher, tudo que serve para realçar sua beleza, faz parte dela própria”, e
os artistas que se dedicarem ao estudo desse “ser enigmático” devem adorar todo esse
mundus muliebris que envolve amulher. Tanto quanto ela própria. E o poeta conclui:
...é sem dúvida, uma luz, um olhar, um convite à felicidade, às vezes uma
palavra; mas ela é sobretudo uma harmonia geral, não somente no seu porte e
no movimento de seus membros, mas também nas musselinas, nas gazes, nas
amplas reverberantes nuvens de tecidos com que se envolve, que são como que
os atributos e o pedestal de sua divindade;no metal e no mineral que lhe
serpenteiam os braços e o pescoço, que acrescentam suas centelhas ao fogo de
seus olhares ou tilintam delicadamente em suas orelhas. Que poeta ousaria, na
pintura do prazer causado pela aparição de uma beldade, separar a mulher de
sua indumentária?2
Deparamo-nos então com um autor que clama aos artistas que queiram decifrar o ser
feminino, a dedicarem sua atençãoa todos os artifícios utilizados pela mulher para realçar
sua beleza (incluem-se, pelo trecho acima, as jóias e adereços que realçam seu corpo) e,
principalmente, sua indumentária. Esses artifícios, voluntária ou involuntariamente, fazem
parte dela.
Mais adiante, o poeta nos indaga:

Lumina - Facom/UFJF - v.4, n.1, p.137-152, jan/jun 2001 - www.facom.ufjf.br

Que homem, na rua, noteatro, no bosque, não fruiu, da maneira mais
desinteressada possível, de um vestuário inteligentemente composto e não
conservou dele uma imagem inseparável da beleza a quem pertencia, fazendo
assim de ambos, da mulher e do traje, um todo indivisível?
Esta seria a ocasião, como o próprio autor nos incita, para estudarmos certas
questões relativas à moda e aos adereços que, segundo ele, atormentaramalguns amantes
“muito equívocos da natureza”.
Contra a natureza

Para compreendermos a importância que Baudelaire dá ao uso da maquilagem pela
mulher, teremos que nos ater, primeiramente, às suas observações filosóficas e estéticas
relacionadas à natureza. O poeta vagueia pelos meandros da natureza onde estão a origem e
justificação de sua postura diante da vida e das artes.
Acredita...
tracking img