A moda que oprime

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (898 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A moda que oprime

No badalado mundo da moda, a grife Diesel está preparando uma grande festa que será realizada em 17 cidades do mundo, inclusive São Paulo, que comemora os 30 anos da grifeitaliana. Um vídeo para internet divulga a iniciativa exibindo filmes pornográficos antigos que ganham nova roupagem, com a sobreposição de desenhos animados que sugerem um ar não tão agressivo, mas, sim,mais irreverente de anunciar a campanha, conforme a empresa divulga. Não muito distante disso, a temática da Coleção Primavera 2008 da grife Colcci tem por referências visuais sex shop, fetiche,cabarés franceses, ciências ocultas, alquimia, xamãs, sendo sempre suas coleções impulsionadas por uma grande top model, em troca de milhões de reais.

Analisando esses fatos, será que a moda é somentealgo para vestir, a indústria do belo, do sentir-se bem com determinada roupa que tenha bom caimento, ou algo mais está por detrás dessa indústria poderosa que movimenta e cria riquezas, padrões deconsumo e comportamento, e até mesmo filosofias de vida?

Quem sabe, poderíamos aplicar aqui uma frase da estilista Mary Quant, uma das duas pessoas a quem se atribui a criação da mini-saia: “O bomgosto é a morte, a vulgaridade é a vida.”

Quem cria, sempre coloca um pouco de si em sua criação, sua ideologia de vida. Talvez devêssemos pensar mais no que estamos refletindo em nosso ser, em algoque “fala” por nós, sobre quem somos e a quem pertencemos – mesmo antes de pronunciarmos qualquer palavra –, que é o nosso modo de vestir, de nos mostrarmos ao mundo e às pessoas que nos cercam, derespeitarmos nosso corpo, de sermos, sim, indivíduos dignos de respeito e não meros objetos de cobiça e joguete nas mãos de uma indústria do consumo que consome a individualidade e a liberdade de sevestir.

Existe uma frase do poeta britânico Oscar Wilde, que viveu no fim do século 19 e já naquela época dizia: “A moda é uma variação tão intolerável do horror que tem de ser mudada de seis em seis...
tracking img