A escola de viena

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A escola de Viena e a teoria da utilidade marginal

Desenvolveu-se a escola de Viena em torno de Karl Menger, a partir de 1879. E em 1871, formulou uma teoriado valor de troca baseada no principio de utilidade decrescente, simultaneamente com o inglês Stanley Jevons (1871) e o francês Léon Walras (1874).
Poucodivulgada no exterior por causa da barreira da língua, as obras de Menger constituíram, na Alemanha e na Áustria, o fundamentos dos estudos teóricos posteriormente airealizados.
A revolução mengeriana consistiu, essencialmente, no deslocamento da finalidade dos estudos econômicos: da preocupação com a riqueza ( ou com a maneiraque a riqueza é produzida, distribuída e consumida), Típica dos autores clássicos, menger passou a analise econômica das sociedades dos homens, sua satisfação evaloração subjetiva dos bens. Observou que os objetos desejados pelos consumidores tem oferta geralmente menor do que as necessidades que deles se tem, o que levao indivíduo a classificar os seus desejos de acordo com a importância que a eles atribui. Menger procurou reconstruir a atividade econômica. Ultrapassou, assim,a posição dos clássicos, que se limitava a estudar problemas de preços em uma economia de troca, acreditava que o valor dos bens depende da quantidade de trabalhoneles incorporados.
Uma das figuras mais importantes da escola de Viena foi BOWER-BAWERK, professor e ministro da finanças da Áustria por 3 vezes. Tentouconciliar duas posições opostas: as desvantagens da restrição ao consumo com as vantagens de futuras expansões da produção, baseado na teoria subjetiva do valor.
tracking img