A diversidade sociocultural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1302 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A Diversidade Sociocultural e a Prática Pedagógica

A educação é um bom instrumento elementar para se construir uma boa relação entre crianças, contando com ajuda através dos órgãos oficiais, políticas de inclusão escolar, respeito às diversidades, pedagogias de combate ao racismo e igualdade social.
Os direitos culturais fazem parte dos Direitos Humanos, todos da área da educação tem quelutar contra a discriminação, a legislação brasileira garante educação gratuita e de qualidade para todos. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, garantem a todos os brasileiros, sem distinção de cor, sexo, credo, cultura, condição social, direitos iguais perante a lei, para o desenvolvimento da cidadania, quer seja no campo pessoal ou profissional. Sendo a educação a base para esseprocesso de direitos constituídos para a construção de uma sociedade de direitos iguais para todos, e sem preconceitos, acontece muito no nosso dia-a-dia de educadores, o racismo não havendo o respeito às diferenças, não valorizado. Na educação tem que existir a igualdade de oportunidade para todos poderem desenvolver suas ideias. 
O preconceito social e cultural em suas diversas manifestações é umarealidade em nossa sociedade. Ser diferente em qualquer coisa, aos olhos de preconceito rotula o indivíduo e o muitas vezes, ao ridículo perante aos outros componentes do grupo. A diversidade é uma riqueza para o mundo por isso, a escola tem que ser local como ponto de partida, mas tem que ser internacional como ponto de chegada.
Nas escolas rurais, o aluno é composto basicamente de pessoas quepertencem à classe mais pobre da população, enquanto que na zona urbana, ao contrário, a realidade é um tanto melhor, nas escolas da periferias a educação é mais precárias, com exceções é claro, são realidades.  Tem também esse estudo fundamento ao dizer que, ensinar exige o reconhecimento e a assunção da identidade cultural, ao afirmar existir em cada classe uma significativa parcela dediferenciação e da qual os professores têm uma vaga consciência e a qual não dominam.
 Dentro do contexto problemático e inquietante, o qual originou essas reflexões, se inserem nas salas de aulas heterogêneas, apertadas e com mais de quarenta alunos agrupados. Na maioria das escolas,os alunos sentam um atrás do outro, em filas, sendo esse, um desafio contínuo para os professores de maneira geral, realizaras atividades educativas com vistas, ao estudo, construção e reconstrução do conhecimento.
Quando se referir às diferenças, afirma também que elas fazem parte da vida, nada pode funcionar sem elas pois somos e pensamos de modos diferentes, essa forma de diferenciação, às relações entre sujeitos de modos diferentes e, através deles às relações entre as culturas em que se inserem. Assim, aconsciência dentro desse patamar nasce das pressões, das personalidades, das situações e da cultura em jogo, do fato de que em nenhuma interação social, podem-se tratar os interlocutores exatamente da mesma maneira. 
 As questões sociais de costumes são motivos de exclusão, discriminação e desigualdade. Os alunos de escolas públicas, geralmente são tratados de pobres, pelos pais, possuírem poucoconhecimento ou seja de um nível inferior. Ocorre, no entanto, em muitas instituições escolares, transferências de estudantes oriundos das escolas da rede particular, para a rede pública por vários motivos, os mais comuns são: a discriminação por parte dos colegas pelo pouco rendimento na aprendizagem, complexo de inferioridade, indisciplina, receio de serem reprovados e outros fatores. Chegam em todos osperíodos do ano letivo, às vezes, na terceira e até em alguns casos, na quarta unidade.
Em escolas estaduais a nota para alunos é de media 5, facilitando assim, para o aluno recém-chegado da escola particular que já estava habituado com a nota de media 7, para recuperação das disciplinas perdidas, sem muito esforço. Estabelece-se aí um conflito social. As relações interpessoais entre os...
tracking img