A contabilidade nos anos de 1980 a 90

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1495 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

Esse projeto de pesquisa tem como problemática, a participação do profissional contábil nas décadas de 80 e 90 no auge das mudanças constantes na moeda e dos recordes inflacionários. Os objetivos visam explicar o crescimento e solidez da profissão em meio às adversidades do país.
As mudanças no sistema monetário ocorreram diversas vezes no Brasil como uma tentativa de acabarcom a inflação que afligia durante décadas. Esse fenômeno de inflação é explicado como sendo o aumento dos preços dos produtos de uma determinada região.
Essa pesquisa quanto aos fins será explicativa e quanto aos meios será de campo. Serão feitas entrevistas com cinco contabilistas e cinco economistas para uma maior compreensão do tema abordado.

2 PROBLEMÁTICA
Como se deu a participação doprofissional contábil, nas décadas de 80 e 90 com as dificuldades enfrentadas pelas mudanças constantes de moeda?

3 OBJETIVO GERAL
Explicar o crescimento da profissão contábil, ao longo de duas décadas de reajustes monetários e combate a inflação no Brasil.

3.1 Objetivos Específicos:
• Buscar informações teóricas em livros e artigos, sobre a temática pesquisada;
• Buscar informaçõesempíricas;
• Relacionar os dados teóricos e empíricos para obter resultados.

4 REFERENCIAL TEÓRICO

“Os vinte anos seguintes cumprindo a penosa tarefa de pôr em ordem as contas, dar clareza aos gastos públicos.” (LEITÂO, 2011, p. 79). As mudanças no sistema monetário do Brasil interferiram diretamente no trabalho do contador, que além de ser o profissional que atuou decisivamente na criação daSecretaria do Tesouro Nacional e nos ajustes das contas públicas, tinha que exercer sua profissão em meio aos problemas econômicos brasileiros.
As mudanças na moeda eram constantes, em uma tentativa de estabilizar a economia. “Entre 1964 a 1994, a moeda mudou 5 vezes de nome, 9 zeros foram cortados foi dividido por 2750 vezes, foram inúmeras as mudanças ocorridas nessa reserva de valor além deuma inflação acumulada durante esses anos de 13024429899947180,00%, de acordo com a FGV.”(LEITÃO, 2011, p. 23).
Todas essas mudanças monetárias tinham uma explicação, o Brasil precisava se livrar da inércia inflacionária que estava impregnada no país e que em 1980 já estava na casa dos três dígitos e que só conseguiu ser superada a partir da criação do plano real em 1994.
Os problemas econômicosbrasileiros começaram a ficar em evidencia para a população em meio ao regime militar. “O final do regime militar fora de recessão e desemprego. A população tinha ido às ruas com exasperação em 1983 em protesto contra a crise.” (LEITÂO, 2011, p.49). Na sequencia ainda de acordo com Leitão (2011, p.49) “em março de 1985 começou o novo governo. Havia uma Nova República, mas não uma nova economia.Esse era o pecado original do novo governo”.
Com o fim do Regime Militar, o país teve esperança de resolver todos os problemas adiados, simplesmente pelo fato de ter acabado um governo ditatorial e começado um novo governo e uma democracia. Com o começo do novo governo nem todos os problemas deixaram de existir e novos apareceram. José Sarney assumiu a presidência da República, e no poder já em1985 criou o plano Cruzado.

Os principais pontos do Plano Cruzado foram a mudança da moeda de cruzeiro para cruzado, o congelamento de preços e salários, a extinção da correção monetária, a criação do reajuste automático de salários (gatilho), a decretação de uma moratória e a suspensão do pagamento da dívida externa. O Plano Cruzado não se preocupou em preparar a sociedade para as mudanças e nemcom a cultura inflacionária que estava entranhada no consumidor brasileiro. Contudo, foi a primeira tentativa de controle de inflação depois de muito tempo, apesar dos complicadores como o congelamento de preços e salários. O desabastecimento foi a consequência imediata da obstinação do governo em não promover uma política de flexibilização dos preços num prazo razoável. (OLIVEIRA, 2009, p. 3)...
tracking img