A cidade antiga de fustel de coulanges

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8388 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
LIVRO PRIMEIRO

Crenças antigas

I. Crenças sobre a alma e sobre a morte

Nessa primeira parte do livro de Fustel, o autor menciona que desde os primórdios da civilização indo-européia não se acreditava que o fim se dava com a morte do homem. Essas civilizações já acreditavam em uma segunda existência e essa se passava nessa própria dimensão, a alma não viveria em outro mundo,continuaria presa a esta terra.
Na antiguidade acreditava-se que junto ao corpo era enterrado algo com vida. Acreditava-se tão fortemente nessa hipótese que junto ao corpo era enterrado objetos pessoais, comida, tudo q julgassem necessário para o bem estar daquela alma debaixo da terra.
Surgiu nessa época a necessidade do sepultamento. Acreditava-se que para a alma ter descanso o corpo deveriaser coberto por terra. Caso isso não a acontecesse se tornaria uma alma errante, desgraçada e se tornaria uma alma perversa que viria a atormentar as pessoas.
Todavia esse sepultamento não poderia ser realizado de qualquer forma, deveria seguir certos ritos fúnebres. Caso esses ritos não fossem seguidos a alma se tornaria errante da mesma forma se não tivesse sido sepultada. Em algumas cidades aprivação da sepultura era utilizada como pena para grandes crimes, pois se punia a alma.
Acreditava-se que a alma não se libertava totalmente da condição humana. Essa alma tinha necessidades, como alimentação. Assim em certos dias eram levadas oferendas aos túmulos e para isso também eram respeitados certos ritos. O alimento era exclusivo para o morto, não podendo ser violado. A violação eraconsiderada impiedade.
Essas crenças vieram a exercer domínio na humanidade durante gerações. No livro são comparadas as civilizações grega, romana e hindu. Veremos que essas crenças regeram essas sociedades e originaram a maior parte das instituições domésticas e sociais.

II. O culto dos mortos

Como já foi dito, como os mortos necessitavam de alimentos, era necessário que os vivostivessem o dever de levá-los. Assim foi criada uma verdadeira religião da morte, criando uma obrigatoriedade dos vivos para com os mortos.
Esses mortos eram considerados entes sagrados, venerados como verdadeiros deuses. Cada morto representava um deus. E não era necessário status para isso, qualquer um após a morte passava a ser caracterizado deus. Assim, em qualquer uma das civilizações,grega, romana ou hindu, os mortos eram venerados como deuses. Por isso era necessário que seus descendentes viessem a lhes oferecer banquetes e oferendas. Caso isso não fosse respeitado, essas almas poderiam abandonar sua sepultura e se tornarem almas errantes, atormentando aos vivos ate que seus repastos fúnebres fossem novamente oferecidos.
Essa religião dos mortos parece ter sido aprimeira religião existente. Foi nessa época que se teve inicio a idéia do sobrenatural.

III. O fogo sagrado

Toda casa grega ou romana tinha um altar e sobre esse altar deveria existir cinza e brasas. Esse fogo tinha de ser conservado aceso todo o tempo, nunca deveria se extinguir. A extinção desse fogo estava relacionada com a extinção da família.
Essa prática do altar com o fogoremonta de antigas crenças. Tudo que envolvia o fogo tinha que obedecer a rituais. Isso tornou o fogo algo divino. O fofo tornou-se alvo de adoração, de culto. Para o fogo eram feitas oferendas, preces, libações. Essas práticas são reconhecidas nas três civilizações estudadas pelo livro, tanto na grega, romana e hindu. Em todas as civilizações o fogo era venerado como verdadeiro deus.
Ofogo estava intimamente ligado ao culto dos mortos. São mencionadas passagens em que os penates (mortos) se confundem com a idéia do fogo sagrado. Alguns autores defendem a tese de que esse fogo poderia representar a alma imortal, a alma dos mortos que era cultuada como deus nessa antiguidade.

IV. A religião doméstica

A religião da antiguidade era totalmente diferente da religião...
tracking img