A Chave Do Sucesso Planejar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1478 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
A Chave Do Sucesso É Planejar
Novo Varejo/ Capa / Entrevista / A chave do sucesso é planejar
http://www.novovarejo.com.br/?p=6564

Consultor do Sebrae-SP sugere como o varejista pode e deve organizar suas finanças para não “estrangular” o caixa da empresa
Por Luciana Duarte - luciana.duarte@novomeio.com.br




Paixão e tempo são ingredientes indispensáveis para administrar o negócio. Mas, se osindicadores financeiros não apontam para um balanço azul, dificilmente qualquer empresa sobreviverá por muito tempo, qualquer que seja seu modelo. Retração ou estagnação nas vendas são sinais claros de que algo precisa ser feito para reverter a situação, antes que seja tarde demais. A gestão financeira é a principal arma para uma empresa enfrentar uma crise, inclusive econômica. A dificuldade emestabelecer cálculos para a formação do capital de giro leva muitos empresários a recorrer aos empréstimos imediatos, principalmente do cheque especial, que oferece os juros mais altos do mercado. “É de fundamental importância reservar uma parte do lucro da empresa para formação do capital de giro e evitar essas armadilhas”, aconselha João Carlos Natal, consultor do Sebrae-SP.

Uma das principaisdificuldades, principalmente nas pequenas e médias empresas, é o gestor não realizar o bom planejamento financeiro. “O fluxo de caixa é a ferramenta essencial para quem quer garantir o futuro de qualquer negócio, especialmente, para colocar as contas em dia”, sugere o especialista.

Formado em Ciências Contábeis e Atuariais pela PUC-SP, em 1990, com especialização em Recursos Humanos e mestre emCiências Contábeis e Financeiras, Natal é consultor financeiro do Sebrae-SP (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e pesquisador da PUC/SP em pesquisa vigente no CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).


No bate papo a seguir, o consultor sugere passo a passo como os varejistas podem fugir do descontrole financeiro e evitar um balanço negativo aolongo do ano.

Novo Varejo – Como o empresário deve organizar suas finanças para enfrentar tempos difíceis na economia brasileira?
João Carlos Natal – Planejando as finanças da empresa através da ferramenta Fluxo de Caixa. O Fluxo de Caixa é uma ferramenta de controle e planejamento que trabalha com todas as atividades da empresa: operacionais; de financiamento ou de investimento.

NV – Quais aorientação para quem quer saldar as dívidas com fornecedores?
JCN – A primeira dica é, por meio do planejamento financeiro da empresa, verificar a real capacidade de pagamentos da mesma e, após a verificação, preparar um plano de pagamentos. É importante levar em consideração para o pagamento das dívidas a sua classificação, como exemplo, classificar as dívidas com os fornecedores: da mais importantepara a menos importante e da maior para a menor e após a verificação e classificação entrar em contato com os fornecedores para oferecer a negociação financeira da dívida.

NV – Quais os caminhos seguros para o empresário manter a “saúde financeira” da empresa?
JCN - Planejando o Fluxo de Caixa da empresa, pois possibilita a identificação de recursos financeiros que estão ou estarão sobrando e/oufaltando no caixa, permitindo à empresa planejar melhor suas ações futuras ou acompanhar o seu desempenho. O controle de fluxo de caixa bem feito nos coloca à disposição uma grande ferramenta financeira para trabalhar com diversas situações financeiras da empresa, como alto ou baixo custo do crédito, taxas de juros elevadas ou reduzidas, redução ou aumento do faturamento; aumento ou redução danecessidade de capital de giro e outras atividades inerentes ao negócio.

NV - Como sair e ou evitar o cheque especial para pagar as contas acumuladas no início de ano?
JCN – Se a empresa está utilizando o limite do cheque especial para pagar as suas contas, já estão ocorrendo problemas de caixa. Isso demonstra a falta do capital de giro para honrar os pagamentos até o recebimento das receitas...
tracking img