A centralidade do trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2358 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto de Educação Estadual de Londrina
Ensino Fundamental, Médio, Normal e Profissional.

A CENTRALIDADE DO TRABALHO

Introdução

Nesse trabalho fala sobre o trabalho nas diferentes sociedades, capitalistas e nas mudanças e as transformações do trabalho em mercadoria. No século XIX, o Fordismo e a flexibilização.

O Trabalho nas diferentes Sociedades

Sociedade Greco- romana: Aescravidão era fundamental para manter os cidadãos comuns longe do trabalho braçal, discutindo os assuntos que proporcionariam o bem-estar de seus semelhantes;

Sociedade feudal: Quem de fato trabalhava eram os servos, os aldeões e os camponeses livres. Os senhores feudais e o clero exploravam e viviam do trabalho destes primeiros.

Sociedades tribais: Nas sociedades tribais o trabalho é umaatividade vinculada ás outras, bem diferente das outras sociedades. A produção (trabalho) está vinculada a mitos e ritos, ligada ao parentesco, ás festas, ás artes, enfim a toda a vida do grupo.

O trabalho na sociedade capitalista e a mudança na concepção ao culto de ação de graças

O trabalho na sociedade capitalista torna-se uma mercadoria. E a mudança na concepção ao culto de ação de graças.A experiência do trabalho como o esforço para prover a sobrevivência e enfrentar os desafios cotidianos tem acompanhado a humanidade desde o seu aparecimento. No século XIX o trabalho estava submetido na dialética entre o senhor e o escravo. 
Já no século XX, a análise marxista trouxe para o centro da discussão o trabalho alienado, o trabalho concreto, e abstrato, o trabalho morto embutido nomaquinário e o trabalho vivo criador de valor. 
No clássico de Hannah Arendt A condição humana, a autora define labor como atividade que corresponde ao processo biológico do corpo do humano pela sobrevivência, como fim da manutenção e reprodução da vida. Já o trabalho, propriamente dito, significa fabricação, criação do produto por técnica ou arte. ·.
Assim sendo, os homens define-se pelo quefazem, e na visão marxista a natureza dos indivíduos depende das condições materiais que determinam sua atividade produtiva. Portanto, no processo de trabalho participam o homem e a natureza e este regula as relações materiais entre si e a natureza. ·.
O trabalho concebido com a atividade vital foi capaz de criar e fortalecer a própria sociabilidade humana. Entretanto, ao mesmo tempo em que expressao momento da potência e criação, o mesmo também se originou do instrumento da punição de tortura o "tripliquem". ·.
Nos dias de hoje, é necessário distinguir o sofrimento que o trabalho impõe a aqueles que têm um emprego, do sofrimento daqueles que demitidos se encontram privados de qualquer possibilidade de atuar no mercado formal de trabalho. ·.
No domínio individual, o trabalho é um elementocentral para a formação de identidade e da saúde mental do homem comum. No domínio político, o trabalho desempenha um papel estratégico na sociedade atual e, no domínio do conhecimento, do trabalho possibilita a produção de novas tecnologias. ·.
A nova fase de concorrência intercapitalista mundial valoriza a busca da qualidade total, a terceirização em escala e o uso crescente de trabalhadoresfreelances como forma de buscar competitividade dos produtos lançados na rede de consumo em escala planetária. ·.
Neste quadro, os métodos de organização do trabalho substituem, no lugar da confiança, da lealdade e da solidariedade, instala-se no mundo do trabalho a regra de "cada um por si", gerando deslealdade, destruição do convívio e solidão individual em meio à multidão. ·.
Em plena criserecente constatamos uma corrosão do trabalho e uma erosão do emprego regulamentado, agora sendo substituído por diversas formas alternativas de subtrabalho como é o caso do empreendedorismo, do trabalho voluntário e do cooperativismo. ·.
Vivemos tempos de precarização e avanços de informalidade e lembrando o gênio Charles Chaplin no filme Tempos Modernos, constatamos, em pleno século XXI,...
tracking img