A autocracia burguesa e o mundo da cultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1395 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CURSO DE SERVIÇO SOCIAL
ALINE CARVALHO
JESSICA LIMA
JULIANA SOARES
TALINE BARBOSA
TARSILA SERRA

A AUTOCRACIA BURGUESA E O MUNDO DA CULTURA

Salvador
2011

ALINE CARVALHO
JESSICA LIMA
JULIANA SOARES
TALINE BARBOSA
TARSILA SERRA

A AUTOCRACIA BURGUESA E O MUNDO DA CULTURA


Manual Institucional do Centro Universitário da
Bahia – FIB para usoobrigatório da professora Elizabeth como
Requisito parcial para as atividades
Acadêmicas da disciplina na AV I.
Salvador
2011
Os três custo que marcaram no Brasil a forma aberta da autocracia burguesa assinalaram, para a totalidade da sociedade brasileira, uma funda reflexão: Afirmaram uma tendência de desenvolvimento econômico social e político que acabou por modelar um pais novo. Aditadura burguesa, porém não operou deles uma reprodução ”simples” realizou a sua reprodução ampliada e aqui a sua novidade: o desastre nacional em que se resume o saldo da ditadura, para a massa do povo brasileiro desenhou uma sociedade de característica muito distinta das existentes naquela em que triunfou o golpe de abril. O processo global que acabou de dar forma e substancia e esse pai novotrata-se de fato de um processo global e unitário, uma unidade de diversidade, diferenças, tensões, contradições e antagonismo. Nele se imbricam, engrenam e colidem vetores e econômicos, sociais, políticos (e geopolítico), cultural e ideológico que configuram um sentido predominante deveria da imposição por mecanismo basicamente coercitivo, de uma estratégia de classes (implicando em alianças edecisões).
A finalidade da contra revolução preventiva, era tríplice, com seus objetivos particulares intima e necessariamente vinculados: adequar os padrões de desenvolvimento nacional e de grupo de países ao novo quadro de inter-relacionamento econômico e capitalista, marcado por um ritmo e uma profundidade maiores da internacionalização do capital: golpear e mobilizados protagonistassociopolíticos habilitados resistira estas reinserção mais subalterna no sistema capitalista; e enfim, dinamizar em todos os quadrantes as tendências que podiam ser catalisadas contra a revolução e o socialismo, os resultados mostram nítidos a partir da segunda metade da década de 60: a afirmação de um padrão de um desenvolvimento econômico associado subalternamente aos interesses imperialistas, com uma novaintegração mais dependente, ao sistema capitalista; tais resultados porem alcançou-se vias muitos diferenciados especificamente: que caracterizam, nas sociedades sem que se materialize, formas econômicas, sociais e políticas cuja peculiaridade só é compreensível se consideram aos movimentos indígenas aos quais se engrenaram as iniciativas imperialistas. É esta dinâmica interna que responde peloêxito (transitório da estratégia promovida pelos centros imperialistas e, por tanto não compete fazer caro com aqueles que como Morel (1965) imaginavam que os golpes começavam nas metrópoles do capital monopolista internacional, ou seja: a significação do golpe de abril, sem menosprezado da contextualidade internacional da contra revolução preventiva deve ser buscada na particularidade históricabrasileira, a per durabilidade, de um arcabouço de atividades econômicas básicas internas cujo eixo de gravitação era o mercado externo, o mercado mundial em emergência e ulterusmente. Em consolidação (Prado Jr. 1965); ausência de uma nuclear e radical ruptura com o estatuto colonial (Fernandes 1975) a constituição, no quadro posto pelas duas condições citadas e, sobretudo, pelas circunstanciaspróprias dadas pelo imperialismo, de uma estrutura de classes em que a burguesia não restava fundamento das políticas- econômicas tem o objetivo de promover quer a evecção do monopólio oligárquico da terra uma vez em que não tinha impulsões de raiz para realizar suas “clássicas” tarefas nacionais, postas a sua transformação dependente e associada com os centros externos.Em primeiro lugar, um traço...
tracking img