Zapping geracional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1559 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Zapping Geracional

Resumo Beatriz Sarlo, uma critica incansável das relações culturais entre cidadãos, massas ou não por uma lado, e os meio de comunicação pelo outro. Figura argentina que trabalha de forma acentuada o efeito zapping na vida dos cidadãos dos povos latino-americanos. Na obra “Cenas da vida pós-moderna”, no capitulo “O sonho acordado”, aborda, entre outros assuntos, o temazapping. Escreve sobre sua analise deste efeito na população objeto de sua observação, os cidadãos argentinos. Não entanto, e conhecendo os paralelos culturais e comportamentais que ela estabelece entre as nações da região sul do continente, pode-se estender a análise as populações de ditas sociedades. Sociedades estas, que segundo a sociologia moderna, obedecem tendências comportamentais,principalmente em relação aos avanços tecnológicos, que estabelecem comportamentos grupais identificados de acordo com diferentes gerações denominadas de X, Y e Z.

O zapping e as gerações A sociologia vem realizando uma abordagem comportamental, nos últimos tempos, na qual diferentes gerações X, Y e Z, de acordo com suas tendências, similitudes e diferenças comportamentais, principalmente focadas nograu de relacionamento com a tecnologia e seus avanços, adquirem variadas formas e atitudes ante os citados movimentos de inovação tecnológica. De forma genérica pertencem a geração X, as pessoas nascidas entre os anos 1960 e 1980. Já os nascidos entre os anos 1980 e 2000 pertenceriam a geração Y. Ao contrario do que se pensa, a geração Z não é formada pelos

bebes que ainda se encontram nasmaternidades. Para definir uma geração, a sociologia, se baseia em pesquisas e dados comportamentais concretos de cada um desses grupos. Seria impossível, por enquanto, definir estes comportamentos de cidadãos recém nascidos, ou seja, a geração Z, devia ainda viver o suficiente para adotar tendências comportamentais. Por tanto este grupo é interpretado com uma extensão da geração Y. De outro ângulo,pode se entender que os integrantes da geração Z, sejam parte dos indivíduos da geração Y e X que procuram incluir em suas vidas conceitos tais como interatividade e mobilidade multi-plataforma entre outros. Sarlo vislumbra, ao falar de zapping em sua obra, quatro leis que regeriam esta dinâmica entre meios: através do aparelho de televisão e espectadores: através do controle remoto. A primeiralei consiste na prerrogativa de produzir a maior acumulação possível de imagens de alto impacto por unidade de tempo e, paradoxalmente, baixa quantidade de informação. Os meios procuram, principalmente os que produzem para as massas, hipnotizar de alguma forma os espectadores para combater este zapping que atenta contra os interesses comerciais de tais meios. Na segunda existiria uma construçãofrenética de conteúdo inútil, com sua essência na retroleitura e reiteração do acontecido na própria televisão. A terceira falaria da tentativa de evitar ao máximo a retenção de imagens por determinados intervalos de tempo já que esta ação atentaria contra o foco intencional da criação deste tipo de programação, ou seja a hiper-repetição da mesma coisa. Por ultimo, cenas leves com movimentosconstantes de câmera, cortes rápidos em programas de auditório, como exemplo, transmitiriam a ideia subconsciente de zapping e diminuiriam tal ação por parte dos indivíduos. A geração X, indivíduos com no mínimo trinta e dos anos de idade mas que podem chegar aos cinquenta e dois foram educados pela própria mídia através de ciclos de telenovelas, programas de auditório, informativos e outros similares. Educação esta que cria um tipo específico de relacionamento com os meios de comunicação. Moda, estilos, tendências, ideologias, níveis de informação a ate a qualidade da própria informação foram, e ainda são, determinados pela programação que emana de dentro das caixas de transmissão pousadas em cada lar. Ao se perceberem, de forma consciente ou inconsciente, escravos desse sistema, os...
tracking img