Xxxxx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3411 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Indutor ou Bobina

O indutor ou bobina é um dispositivo formado por um fio condutor enrolado em torno de um núcleo.
O símbolo do indutor depende do material usado como núcleo, conforme a figura.



Ao passar uma corrente elétrica pelas espiras, cada uma delas cria ao seu redor um campo magnético, cujo sentido é dado pela regra da mão direita.No interior do indutor, as linhas de campo se somam, criando uma concentração do fluxo magnético.
Os núcleos de ferro e ferrite têm como objetivo reduzir a dispersão das linhas de campo, pois esses materiais apresentam baixa resistência à passagem do fluxo magnético.
Pelo sentido das linhas de campo, o indutor fica polarizado magneticamente, isto é, cria um pólo norte por onde sai o fluxomagnético e um polo sul por onde entra o fluxo magnético, comportando-se como um imã artificial, denominado eletroímã.
Polaridade Magnética Do Indutor
É necessário conhecer a polaridade magnética de um indutor quando ele se encontra próximo a outro indutor, aspecto que será destacado mais adiante.
Dois indutores têm a mesma polaridade quando os seus fluxos magnéticos têm sentidos iguais, epolaridades contrarias quando os seus fluxos magnéticos têm sentidos diferentes. Num circuito, essa polaridade é representada por um ponto (.) sobre uma de suas extremidades.

Indutância

Considere um indutor alimentado por uma fonte de tensão constante.

Fechando a chave S, em t-0, surge uma corrente, i, crescente. Ao passar por uma espira, essa corrente cria um campo magnético ao seu redor. Essaslinhas de campo cortam as espiras, seguintes, induzindo uma corrente que, segundo a lei de Lenz, vai se opor a causa que a originou.
Por causa dessa oposição, a corrente i, leva certo tempo, denominado transitório, para atingir o seu valor máximo i-I, que é limitado apenas pela resistência ôhmica do fio.
Quando a corrente estabiliza em I, o campo magnético armazenado passa a ser constante, nãohavendo mais corrente induzida para criar oposição.
Desligando a chave S, a corrente iL decrescente cria uma nova oposição de forma a evitar a sua diminuição, aparecendo um novo transitório, ate que ela chega a zero.
Pode-se dizer que o indutor armazena energia magnética, pois, mesmo sem alimentação ainda existe corrente.

A indutância L é capacidade de o indutor armazenar energia magnética pormeio do fluxo criado por uma corrente iL . Matematicamente:

Por essa formula, a unidade de medida de indutância é weber/ampere [Wb/A] ou simplesmente Henry [H].
A oposição às variações de corrente no indutor é denominada reatância indutiva XL[ohm], que, em corrente contínua, comporta-se da seguinte forma:
Quando o indutor está totalmente desenergizado, a corrente i-0, isto é, a fonte o‘enxerga’ como um circuito aberto
Quando o indutor está totalmente energizado, a corrente atinge o seu valor máximo I, estabilizando-se. Assim não havendo mais variação nessa corrente, deixa de existir a corrente induzida i’, de forma que a fonte ‘enxerga’ o indutor como uma resistência baixa (resistência do fio), isto é, praticamente um curto circuito

A relação entre a corrente iL e a tensão v noindutor pode ser dada matematicamente por meio das expressões:
e

Em que iL0 é a corrente no indutor em r =0.

Curiosidade:

Joseph Henry (1797-1878)

Cientista norte-americano inventou a bobina de indução, descobriu a autoindução e o fenômeno das correntes induzidas.Aperfeiçoou os eletroímãs e criou o telegrafo magnético.A unidade de medida de indutância é Henry, emsua homenagem. |

Indutores Fixos e Variáveis

Comercialmente, existem diversos tipos de indutores fixos e variáveis, que abrangem uma ampla faixa de indutâncias, desde alguns nano-Henry [nH] até alguns Henrys [H].

Especificação dos Indutores

Os fabricantes de indutores, além de seus valores nominais, fornecem varias outras especificações em seus catálogos e manuais, das quais...
tracking img