Xerox

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2270 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
XEROX

Nr: A0273803
Nome: Inês Maia Cerqueira Viana
Unidade Curricular: Organização e Administração de Empresas
Curso: Gestão de Recursos Humanos, 1º
Maia, 2/11/2012

Como Anne Mulcahy salvou a Xerox
Mulcahy certamente não é a primeira executiva-chefe a se queixar da miopia de Wall Street. Seus comentários, porém, tiveram repercussão porque, ao mudar o curso da famosa fabricante decopiadoras, ela foi submetida a um nível de pressão que poucos chefes de empresa já enfrentaram. A Xerox esteve às portas da falência, foi aconselhada a recorrer à proteção dos tribunais contra as reivindicações dos credores e quase o fez, não fosse a ferrenha oposição de Mulcahy.
 
A executiva já demonstrou que, apesar de seus receios, é capaz de apresentar resultados rapidamente. Sob sualiderança, a Xerox, que em 2000 teve um prejuízo de 273 milhões de dólares, lucrou 91 milhões em 2003. No ano passado, os lucros da empresa foram de 859 milhões sobre um total de vendas de 15,7 bilhões. Ao mesmo tempo, o preço das ações subiu, proporcionando retornos de 75% no decorrer dos últimos cinco anos em comparação com perdas de 6% pelo Índice Dow Jones do Mercado de Ações.
 
Mesmo assim, Mulcahydeixou claro que ela e outros executivos no comando de empresas de capital aberto gostariam que Wall Street lhes desse uma trégua, e parasse de fazer pressão sobre os resultados do próximo trimestre. “Converso com muitos CEOs e, discretamente, todos concordamos que o curto prazo não nos interessa, e o que nos preocupa de fato é o longo prazo, mas a pressão é enorme”, disse. “Espero que a próximageração de líderes possa reformular o modo como interagimos com a comunidade financeira.”
 
Mulcahy, apontada pela Fortune deste mês como a segunda mulher mais poderosa do mundo dos negócios, praticamente não teve chance de refletir sobre a impaciência de Wall Street. Quando se tornou CEO da Xerox, em 2000, sua empresa parecia ter os dias contados, e tudo indicava que ela não sobreviveria para verqualquer tipo de lucro novamente, trimestral ou anual.
 
Quando a situação chegou ao fundo do poço, as reservas em espécie da Xerox haviam caído para cerca de 100 milhões de dólares — ou quase nada, considerando-se o tamanho da empresa —, ao passo que a dívida da companhia cresceu chegando a cerca de 19 bilhões. Ao mesmo tempo, foram detectadas impropriedades contábeis na subsidiária do México,o que fez com que a SEC (Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA) entrasse em ação. Clientes e empregados começaram a minguar. Tudo isso aconteceu em uma época de desaceleração econômica. “Foi impressionante constatar como as coisas foram se desenrolando em fins de 1999 e 2000”, disse Mulcahy. “Achávamos que tínhamos inventado o termo tempestade perfeita.”
 
A Xerox, todos sabemos,é um nome célebre na história econômica dos EUA. É uma dessas raras empresas cuja marca tornou-se tão onipresente que se converteu em verbo. Durante anos, ninguém tirava fotocópia de um documento. Xerocava-se o documento. Contudo, a exemplo do que ocorreu com outras grandes empresas americanas — como a IBM no início dos anos 90 e, mais tarde, a General Motors — as várias décadas de domínio levaramà complacência.
 
Mulcahy, por sua vez, conhecia muito bem a empresa. Ela passara praticamente toda a sua vida profissional ali dentro, tendo sido admitida em 1976 como representante de vendas depois de uma breve passagem pelo setor bancário. “Eu gostava do fato de que, em vendas, as coisas são muito claras: você é reconhecido e recompensado pelo volume de vendas realizado”, disse.  Aos poucos, aexecutiva foi crescendo dentro da empresa. Ela foi chefe do RH, mas nunca esperava tornar-se CEO da companhia. “Passei meus primeiros 18 anos numa escalada por todos os níveis operacionais.”
 
Depois da chefia do RH ela ocupou outros cargos executivos — chefe de mercados em desenvolvimento, chefe de pessoal corporativo e presidente da divisão de desktop, entre outros. “Quando me convidaram...
tracking img