Voto distrital

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (299 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sistema de Distritos Eleitorais
No sistema distrital, as cidades e os estado são divididos em regiões, com mais ou menos o mesmo número de eleitores. Para cada região será eleitoum deputado que a representará. É evidente que o Brasil ainda não adquiriu esse sistema, mas há um projeto que conta com assinaturas dos cidadãos que acreditam nessa causa.
Poroutro lado, há quem acredite que a aderência do sistema será prejudicial à política e ao povo. O sociólogo e professor universitário, Alberto Carlos Almeida, afirma que o votodistrital é excludente e o compara com o bipartidarismo.

“Ex.: Para se obter a maioria dos deputados em uma Câmara eleita por meio do voto distrital, basta que um partido obtenhasomente 25% dos votos nacionais. Isso porque é preciso ter 50% de votos em 50% dos distritos, o que resulta nos 25% dos votos nacionais mencionados. Resultado: a maioria governa graças auma minoria de votos, e a maioria dos votos - 75% - fica de fora do governo.”

Como também, influencia o voto útil. No qual o eleitor votará no partido que demonstra maiscapacidade de obter a maioria parlamentar. No caso, os partidos que dominariam o nosso País seria o PT, PMDB e o PSDB.
No mesmo aspecto, a oposição afirma que essa prática aumentará acorrupção pelo poder econômico, consequência da concentração de recursos num só distrito.
Entretanto, o sistema distrital facilitará a escolha do deputado, pois serão menoscandidatos. Além do mais, auxilia a fiscalização e o acompanhamento realizado pelo povo já que cada deputado é responsável por uma região. Ciente de que se não prestar a assistêncianecessária para o distrito, não será reeleito.
Ademais, o eleito terá a oportunidade de concentrar o seu trabalho em um número menor de problemas, por representar uma minoria.

- Grace
tracking img