Vantagens comparativas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1548 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
MICROECONOMIA
DIVISÃO DO TRABALHO

Paulo Moisés Vieira Dos Santos
Professor- Júlio César Queiroz de Souza
Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI
Curso GTI0016 – Prática do Módulo I
dd/mm/aa

RESUMO

Chamou-se de trabalho a repartição diferenciada de tarefas entre os membros de uma comunidade. O trabalho é dividido pela sociologia em : como divisão biológica, divisãoterritorial e divisão social do trabalho, onde cada trabalhador é responsável por uma tarefa distinta e especializada fazendo parte do esforço produtivo, ou diferentes formas de uso de capital fixo e da terra.

Palavras-chave: VANTAGENS COMPARATIVAS

1 INTRODUÇÃO
Embora freqüentes hoje em dia, os estudos sobre competitividade ressentem-se da ausência de consenso quanto à definição do conceito e,conseqüentemente, quanto às metodologias; mais adequadas de avaliação.
A maior parte dos estudos recentes costuma tratar a competitividade como um fenômeno diretamente relacionado às características de desempenho ou de eficiência técnica e alocativa apresentadas por empresas e produtos e a considerar a competitividade das nações como a agregação desses resultados. De fato, embora manejem um elencovariado de indicadores, percebe-se a convivência de duas famílias de conceitos de competitividade.
Em uma primeira família, a competitividade é vista como um desempenho - a competitividade
Revelada. A competitividade é de alguma forma expressa na participação no mercado (market-share) alcançada por uma firma em um mercado em certo momento do tempo. A participação das exportações da firma ouconjunto de firmas (indústria ou nação) no comércio internacional total da mercadoria aparece como seu indicador mais imediata

A criação de vantagens comparativas dinâmicas, dirigidas principalmente a setores industriais nos quais o Brasil não apresentava nenhuma vantagem comparativa estática. Assim o Brasil acabou apresentando uma forte tendência em favor das indústrias de capital intensivo.Seria injusto condenar os responsáveis pelas políticas industriais do passado, já que suas estratégias refletiam a filosofia predominante no seu tempo, e as políticas foram magnificamente implementadas, até pelo menos a década de 70. Os elaboradores de políticas industriais em países como a Coréia fizeram coisa muito semelhante; entretanto, eles não deixaram de lado setores industriais nos quais seupaís apresentava uma vantagem comparativa, na mesma medida em que o fizeram os seus colegas brasileiros. A industrialização da Coréia concentrou-se por muito tempo em bens de consumo não duráveis e em pequenos bens duráveis, como rádios. Por um longo período, a exportação de roupas e sapatos representou a maior fatia de todos os bens

2 DESENVOLVIMENTO

Um dos grandes desafios que se apresentampara o futuro da economia brasileira é repensar o
Seu projeto de inserção internacional, tendo em vista o cenário imposto pela nova fase da cumulação capitalista, que se consolidou nas últimas o estudo encomendado pelo MDIC representa uma oportuna e qualificada contribuição para a análise dos riscos e oportunidades presentes nas negociações em curso, tanto dos blocos já constituídos comoMERCOSUL e União Européia, quanto nas negociações multilaterais, no âmbito da OMC (Organização Mundial do Comércio) e ainda das tratativas envolvendo a eventual formação da ALCA — Área de Livre Comércio das Américas.
O estudo abrange quatro grupos de cadeias produtivas, que foram responsáveis em 2000 por
53% do faturamento da indústria, 63% das exportações e 67% das importações brasileiras, portanto designificativa representatividade na produção e comércio exterior do país. Outra característica
Do conjunto de cadeias objeto do estudo é que essas tiveram um desempenho de crescimento médio
Anual de 3,8%, no período 1996-2000, acima da média da indústria total, que cresceu 2,8% no mesmo período.
Quanto à metodologia do estudo, no primeiro grupo foram abordadas aquelas cadeias que sofreriam...
tracking img