Van der graf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2375 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Laboratório 1
GERADOR DE VAN DER GRAFF

Claudinei A. de Souza - RA 22195127
Hugo Peterson - RA 06259119
Raony Cazarre - RA 10106123
Ricardo Glória - RA 01234129
Ricardo Estrela - RA 04699129
Tatiane Santana - RA 01828128



Relatório apresentado pelo
2° semestre do Curso de Engenharia Elétrica
do Centro Universitário Sant’ Anna
disciplina de Física Geral e Experimental Il
soborientação da

Prof. Francisco A. Bomfim
São Paulo
Agosto/2012
Resumo
Iniciamos o nosso estudo na eletricidade analisando o comportamento das cargas elétricas, no estudo do átomo convencionou-se, então, que a carga do elétron seria negativa e a do próton, positiva. Os nêutrons por sua vez cargas nulas. Através da lei coulomb, obtemos a intensidade dessas cargas. Conceituamos carga elétrica eo corpo eletrizado, são apresentado por processos de eletrização de um corpo, e esse procedimento determina se um corpo esta ou não eletrizado. O Principio da atração e repulsão determina que as cargas elétricas de mesmo sinal se repelem a as de sinais opostos se atraem. Por meio experimental do gerador de Van der Graff com o propósito de produzir uma diferença de potencial muito alta, concluímoso processo de eletrização por indução conhecido como fenômeno da indução eletrostática.















Introdução Teórica
Carga Elétrica
Todos os corpos são formados de átomos. Cada átomo é constituído de partículas elementares: os elétrons, os prótons e os nêutrons. Embora hoje na física existam modelos mais complexos para explicar como essas partículas se distribuem no átomo,ficamos com o modelo planetário. Segundo esse modelo, os prótons e os nêutrons estão fortemente coesos numa região central chamada núcleo, enquanto os elétrons giram ao seu redor (como os planetas ao redor do Sol), constituindo a eletrosfera. [ 1 ]

Fig.1: Modelo Planetário
Nota: Para que um núcleo se mantenha coeso, ou seja, prótons e nêutrons compactados, exige uma grande energia que selibera através da massa de prótons e nêutrons. Massa se transforma em energia, e energia se transforma em massa.[ 2 ] Por meio de experiências constata-se que os prótons se repelem, o mesmo acontecendo com os elétrons. Entre um próton e um elétron há atração. Para explicar essas ocorrências, estabeleceu-se que prótons e elétrons possuem uma propriedade física à qual se deu o nome de carga elétrica. [ 1]
Carga Elétrica Elementar
Pelo estudo de fenômenos elétricos, verificou-se que existem dois tipos de cargas elétricas. Convencionou-se, então, que a carga do elétron seria negativa e a do próton, positiva. Os nêutrons não apresentam essa propriedade física, isto é, não têm carga elétrica. [ 3 ]

Figura 2
A estrutura atômica mostra que os elétrons são partículas que orbitam em torno donúcleo, onde se localizam os prótons. Experimentalmente, concluiu-se que as quantidades de cargas elétricas de elétron e do próton são iguais em valores absolutos. A este valor deu-se o nome de quantidade de carga elementar ( e ): [ 3 ]
e=1,602.〖10〗^(-19) C
Onde a unidade de medida é C (coulomb). [ 3 ]
Só para ter uma noção, são necessários pouco menos de 6 quintilhões e 250 quatrilhões de prótonspara somar um total de 1 C de carga elétrica. Um exemplo prático: por uma lâmpada incandescente comum, passam de ordem de 20 sextilhões de elétrons, por hora. [ 3 ]
Princípios da Eletrostática
A Eletrostática é alicerçada nos seguintes princípios:
Principio da atração e repulsão: partículas portadoras de cargas elétricas de mesmo sinal se repelem a as de sinais opostos se atraem.Figura 3 (A) (B)
Principio da conservação das cargas elétricas: a soma algébrica das quantidades de cargas elétrica, num sistema eletricamente isolado, é constante.
Simbolizando a quantidade de carga elétrica através de letra Q, a figura mostra que, mesmo apos as trocas de cargas entre os corpos A, B e C, a soma algébrica...
tracking img