Utopia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2881 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Utopia: Thomas More

Thomas More na sua obra A Utopia, imagina a vida de habitantes da ilha do mesmo nome, não está contando uma parábola dinamizadora, nem apelando para um mundo fantástico, com leis diferentes do mundo real, para por a nu ou denunciar, por comparação com um estado de perfeição inacessível, a Inglaterra do século XVI.
More é na verdade, portador de um projeto humanista detransformação social esse projeto é em seu entender, perfeitamente viável para o século em que vive, e sua obra pretende provar isto.
Assim ele nos transporta para uma ilha imaginaria com o mesmo nível idêntico ao da civilização européia do século XVI. O leitor encontrara na Utopia uma importante fonte não só de documentação sobre as realidades sociais do começo da Idade Moderna européia, comopoderá confrontar com um aspecto capitalista do humanismo renascentista, de que More defende e acredita ser possível, se transformando em o precursor dos grandes utopista.
EPISTOLA
Thomas More a Pedro Giles, Enviando Saudações
More pede por meio de carta para Pedro (amigo) para entrar em contato com Rafael Hitlodeu (narrador da ilha Utopia) para que ele diga a localidade da ilha Utopia a qualesqueceu de perguntar "poderei também por-lhe esta duvida que me escapou, não sei se por culpa minha, vossa ou do próprio Hitlodeu. Pois nem nos lembramos de lhe perguntar, nem ele de nos dizer, em que parte do Novo Mundo se situa a Utopia".
LIVRO PRIMEIRO
Da Comunicação de Rafael Hitlodeu a respeito da melhor constituição de uma republica.
O encontro de More com Rafael Hitlodeu considerado pelo oamigo Pedro como um sábio e erudito conhecido pela sua honradez onde Pedro o compara ao filosofo Platão "Antes como o sábio e prudente Ulisses, ou como o grande filosofo Platão. Rafael Hitlodeu, pois este é seu nome, conhece bem o latim, e o grego na perfeição... quando Pedro acabou de me contar isto, agradeci-lhe pela bondade e preocupação em me apresentar um homem cujo o conhecimento me deveriaser tão agradável. Dirigi-me a Rafael".
More começa a dialogar com Rafael a respeito das leis da Inglaterra "Muitas vezes tive de arrostar com esses espíritos vaidoso, lascivos, teimosos e impertinentes, mesmo em Inglaterra... -Perdão, estivestes também no meu país? -Sim, demorei-me lá quatro meses, pouco depois da insurreição dos ingleses contra o rei, que terminou em um horroroso massacre dosrevoltosos" .
Rafael relata o que levam as pessoas a roubar e trás uma solução um tipo de reforma agrária. "Que direi dos lugares de prostituição, dos vergonhosos antros de embriaguez e devassidão, das infames casas de tavolagem de todos os jogos, do baralho, do dado, do jogo da péla, que devoram o dinheiro de seus freqüentadores, e os impelem diretamente ao roubo para reparar as perdas? Arrancaide vossa ilha essas pestes públicas, esses germes do crime e da miséria. Obrigai os vossos nobres demolidores a reconstruir as quintas e burgos que destruíram, ou a ceder os terrenos para os que quiserem reconstruir sobre as ruínas. Colocai um freio ao avarento egoísmo dos ricos; tirai-lhes o direito do açambarcamento e monopólio. Que não haja mais ociosos entre vós. Dai à agricultura um grandedesenvolvimento; criai a manufatura da lã e a de outros ramos de indústria, para que venha a ser ocupada utilmente esta massa de homens que a miséria transformou em ladrões, vagabundos ou lacaios, o que é aproximadamente a mesma coisa Se não remediardes os males que vos assinalo, não vos vanglorieis de vossa justiça; é ela uma mentira feroz e estúpida. Abandonais milhões de crianças aos estragos deuma educação viciosa e imoral. A corrupção emurchece, à vossa vista, essas jovens plantas que poderiam florescer para a virtude, e, vós as matais, quando, tornadas homens, cometem os crimes que germinavam desde o berço em suas almas. E, no entanto, que é que fabricais? Ladrões, para ter o prazer de enforcá-los" .
Rafael critica a pena de morte, para crime como roubo e coloca que é um pecado de...
tracking img