Utopia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1145 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 - A descrição da ilha é feita com base numa comparação com a Inglaterra do seu tempo, que tem uma função de negativo. É perfeitamente possível entender Utopia como uma anti-Inglaterra. A Inglaterra de More não é mais medieval, os valores não são mais exatamente os da nobreza, embora muito ainda reste dessa época. A singularidade da Inglaterra, onde a nobreza mais cedo começou a perder poder,permite entender o porque é tão forte a crítica de More à propriedade privada. Na sociedade inglesa a essa época já era tênue a linha que distingue burguesia e nobreza. Era muito fácil a ascensão à nobreza de um burguês rico ou a um nobre adquirir as práticas de um burguês. A revolta de More contra o dinheiro, a moeda, contra a desigualdade material e concentração de riquezas e contra a propriedadeda terra, que já não é entendida por ele como direito natural de posse, demonstra o quanto já era acelerado na Inglaterra esse processo em direção ao capitalismo. Não são os valores medievais que More critica, são os que mais tarde serão chamados de valores burgueses. A Inglaterra de seu tempo, pelo que ele demonstra, já apresentava algumas distorções sociais e injustiças que são inerentes aocapitalismo.  
Na época de More, a terra era a principal fonte de riqueza e trazia consigo também poder político e status. Na Inglaterra, ela já era considerada uma mercadoria e a nobreza inglesa estava num processo em que cada vez mais passaria a pensar como a burguesia, isto é, empresarialmente. As enclosures que fazem parte desse processo de transformação da terra em propriedade privada e,por conseqüência, mercadoria, vão resultar na necessidade dos camponeses assalariarem-se e aqueles que até então conseguiram produzir para si, nas terras comunais, vão tornar a ser explorados por um grupo de proprietários. E é dessa forma que é entendido o trabalho por More. Para ele, se há escassez de alimentos e desigualdade, é porque alguns estão trabalhando por outros. O trabalho, assim como ariqueza, deveria ser distribuído igualmente a todos. O trabalho, como vê em seu tempo, é apropriado por um exército de inúteis: clero, nobreza militar, comerciantes, proprietários de terra, donos de empresa, funcionários do estado e outros que estariam parasitando a sociedade e impedindo a felicidade comum. Nos cálculos de More, se toda essa casta de parasitas se também trabalhassem em algo produtivo,como na indústria ou agricultura, haveria suprimento suficiente para todas as necessidades da sociedade, assim como é descrito em Utopia. A miséria da qual More fala não é a dos mendigos das cidades medievais, é aquele resultado da necessidade de exploração do camponês. 
2 - De acordo com More, o trabalho coletivo resultaria numa produção muito acima da necessária para a manutenção da sociedade.Parte pode ser reservado para eventualidades, outra parte doada para os pobres de alguma nação vizinha. Uma outra parte é reservada para ser vendida a nações vizinhas que queiram comprar. O dinheiro resultante não teria utilidade se não houvessem nações gananciosas e belicosas. Mas como Utopia é uma ilha de paz e igualdade num mundo de violência e exploração, esse ouro vai ser utilizado paracontratar exércitos mercenários para proteger a ilha, sempre fora das fronteiras, e subornar os exércitos adversários. Recurso que não pode ser utilizado contra o utopiano comum pois estes não vem valor nenhum na riqueza individual. E se algum trair Utopia, com certeza seria punido. More não estava sendo ingênuo, muito pelo contrário. Seu raciocínio, com ressalvas aos pressupostos, pouco calcados nomundo real, de que a sociedade auto-suficiente poderia produzir o necessário para acumular o suficiente para subsistência, os subornos e as tropas mercenárias, era perfeito.  
A predominância das necessidades coletivas são baseadas numa filosofia do prazer. Os conceitos de prazer e felicidade são essenciais na construção da Utopia. É pensando em felicidade e nos prazeres que More vai dar o sentido...
tracking img