Uma estrutura baseada em agentes inteligentes para determinação de uma seqüência de estudos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2977 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma Estrutura Baseada em Agentes Inteligentes para
Determinação de uma Seqüência de Estudos
Fabiano Fagundes, Ary Henrique M. de Oliveira
Curso de Sistemas de Informação
Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP/ULBRA)
Caixa Postal 160 – 77.054-970 – Palmas – TO – Brazil
{fagundes,ary}@ulbra-to.br

Abstract. This paper presents an agent-based stucture to define study
sequences inacademic environment. The structure is based on intelligent
agents caracteristics and properties of the KQML agent comunication
language, proposing a model to be implemented using IA techniques.
Resumo. Este artigo apresenta a proposta de uma estrutura baseada em
agentes inteligentes para a definição de uma seqüência de estudo em um
ambiente de ensino. A estrutura baseia-se nascaracterísticas de agentes
inteligentes e nas propriedades da linguagem de comunicação de agentes
KQML, propondo um modelo a ser implementado de acordo com as técnicas
de Inteligência Artificial.

1. Introdução
Um dos pontos fortes de um sistema voltado para o ensino de uma determinada
disciplina está no estabelecimento de uma relação entre os usuários do mesmo,
permitindo que os mesmos interajam entresi e com o sistema, no processo de
construção do conhecimento. O desenvolvimento de sistemas inteligentes para o auxílio
do usuário no aprendizado de uma determinada disciplina ou tema vem sendo motivo
para inúmeras discussões na área de educação e informática (Seu, 1992) (Ram, 1994)
(Brusilovsky, 1997) (Ferguson, 1998) (Roda, 2000). A seqüência de informações que cada
aluno deve seguir é umimportante ponto para dotar um sistema com habilidades
semelhantes a de um professor, pois é a partir desta seqüência que o usuário vai ter a
noção da evolução do seu aprendizado.
Tomando por base a proposta de um sistema que siga a idéia de utilização
concorrente por vários usuários, pode-se definir uma estrutura de estudo em que os
alunos sejam chamados a um trabalho colaborativo(Twidale, 1995). Outra alternativa é,
pela verificação de como o sistema está sendo utilizado, e dos resultados obtidos através
de sua utilização, estabelecer seqüências de estudo que acompanhem o ritmo de seus
usuários.
Buscou-se, com o desenvolvimento deste trabalho, estudar as características de
agentes inteligentes, através da definição de seus elementos básicos e de sua utilização
naestruturação de uma ferramenta de auxílio ao aprendizado. As próximas seções
apresentarão os conceitos de agentes inteligentes, suas características e elementos,
descrevendo sucintamente a linguagem KQML, sobre a qual estão sendo estruturados os

elementos deste trabalho, e por fim a estrutura de agentes definida para se trabalhar a
apresentação de uma seqüência de estudos ao aluno.

2. Agentes
AInteligência Artificial Distribuída (IAD) é uma subárea da Inteligência Artificial (IA),
que une as técnicas e ferramentas tradicionais de IA com as características de
comunicação dos sistemas distribuídos. É concebida como sistemas compostos de várias
entidades independentes que interagem em um domínio (Stone, 1997).
Uma das tecnologias desenvolvidas na IAD diz respeito aos processos decomunicação entre diferentes sistemas buscando responder a determinados problemas
através de um comportamento inteligente. Estas tecnologias, denominadas agentes
(Stone, 1997), realizam processos de aquisição de conhecimentos, de comunicação e
transmissão dos mesmos, esboçando reações próprias de acordo com suas
características. A próxima seção apresenta uma definição de agentes baseada emdiferentes definições encontradas na literatura, bem como descreve algumas
características dos mesmos e uma arquitetura genérica.
2.1. Definições de Agentes
(Russel & Norvig, 1995) apresentam que “um agente é qualquer coisa que pode ser vista
percebendo um ambiente por meio de sensores e atuando no mesmo através de
atuadores”. Outra definição (Maes, 1998) descreve que “agentes são sistemas...
tracking img