Um pouco sobre a p-53

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (797 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Plataforma de produção de petróleo P-53

Alta tecnologia, mão de obra qualificada e equipamentos sofisticados.

Os números se destacam:

- 346 metros de comprimento;

- 73 metros de altura;- 57 metros e largura.

Estes definem a dimensão da plataforma.

Objetivo do projeto:

Produzir e tratar o petróleo e o gás extraídos de águas profundas do campo de Marlim Leste, área centralda Bacia de Campos – Rio de Janeiro.

Para a seu desenvolvimento, foi criada em 2005 a empresa QUIP S.A. Responsável pela construção dos módulos de processo da plataforma e integração do projeto.Este trabalho inclui construção, montagem, testes e entrega da plataforma.

A empresa QUIP S.A foi estruturada a partir de um consórcio Marlim Leste e formada pelas empresas acionistas, QueirozGalvão, UTC Engenharia (Ultratec Engenharia) e a IESA.

Cabe a Petrobrás supervisionar a construção da plataforma, que é a representante da CDC, responsável pelo investimento da construção.

O processose inicia em Cingapura, onde o casco do navio petroleiro Settebello, rebatizado como Marujo, passa por uma modificação e total conversão.

O primeiro passo é converter o casco do navio e estruturaro convés para receber todos os módulos de processo de produção e tratamento de petróleo. E ainda, os módulos de alojamentos, de escritórios e heliporto. Outra etapa desse processo, é a instalação dotourret, responsável pela rotação da plataforma em função do vento, das ondas e das correntes marítimas, e distribuir o petróleo produzido para os módulos da plataforma, concentrando as dezoitolinhas dos poços submarinos de produção, nove dos poços de injeção e nove linhas de ancoragem da plataforma.

Paralelamente, em Cingapura, contratados da QUIP S.A constroem e instalam o navio jáconvertido , os dois módulos do processo de separação, o módulo do sistema de gás e a estrutura suporte deste módulo. A lança do flair também será construída em Cingapura e apoiada provisoriamente, sobre o...
tracking img