Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1408 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Discurso acerca do ensino ou não de gramática no ambiente escolar
Possenti, Sírio. Por que (não) ensina gramática na escola. Campinas, SP: Mercado de Letras:Associação de leitura do Brasil, 1996.

“A primeira parte deste livro apresenta um conjunto de teses correntes em lingüística [sic], [...] destinado mais a provocar reflexão do que aumentar o estoque de saberes.” (p. 15)
“Uma decisão queconsidero importante, no domínio do ensino de língua materna, é que não façam experiências. Sou absolutamente contrário a transformar alunos em objeto [...] da lingüística deste século (até do anterior, ás vezes).” (p. 16)
“È importante que este tópico fique claro, e esteja na memória do leitor, quando estiver eventualmente achando estranha alguma das teses seguintes. [...] e um pouco comestratégias escolares discutíveis.” (p. 17)
“Como toda a boa tese, a que estou falando aqui é afirmada contra alguma outra, real ou hipotética, ás vezes atribuída aos lingüistas [sic]. [...] natureza cognitiva.” (p. 18)
“A tese de natureza político-cultural diz basicamente que é uma violência, [...] o que parece hoje evidente.” (p. 18)
“isso poderia parecer óbvio, [...] nenhuma das razões para nãoensinar o dialeto padrão na escola tem alguma base razoável.” (p. 18)
“Uma das medidas para que esse grau de utilização efetiva da língua escrita possa ser atingido é escrever e ler constantemente, [...] é a própria sala de aula.” (p. 20)
“As razões pelas quais [...] em atribuí-lo exclusivamente aos alunos.” (p. 20-21)
“Pode-se discutir o grau de clareza necessário para a execução de projetos.[...] mas de hipóteses constantemente propostas e testadas pelo próprio aprendiz.” (p. 23-24)
“Uma das mais interessantes descobertas, [...] primitivas.” (p. 25)
“Quando os próprios europeus analisaram as línguas indígenas, [...] só porque são faladas por povos pouco cultos”. (p.26)
“Nenhuma língua tem um número de regras substancialmente diverso do de outra. [(...] segundo determinado sistema deescrita...).” (p. 27)
“Se não há língua mais simples do que outras, [...] há quem não saiba falar direito.” (p. 28)
“È o que vemos, [...] modelos de comportamento lingüístico [sic].” (p. 28-29)
“Ora, se abríssemos os ouvidos, [...] que sabem falar.” (p. 29)
“Saber falar significa saber uma língua. [...] falar efetivamente a língua.” (p. 30)
“Resumidamente, pode-se dizer que [...] hipóteses deinterpretação.” (p. 31)
“Alguém que estivesse desanimado pelo fato de que parece que as coisas não dão certo no Brasil e que isso se deve [...] ‘até mesmo para falar somos um povo desleixado’.” (p. 33)
“Por isso, para quem pretende ter uma visão mais adequada do fenômeno da linguagem, [...] se refletem na língua.” (p. 33-34)
“Um dos tipos de fatores que produzem diferenças na fala de pessoassão externos a língua. [...] outro grupo.” (p. 34)
“Também há fatores internos á língua que condicionam a variação. [...] língua não permite.” (p. 35)
“Alguns sonham com uma língua uniforme. [(...] ‘vou tratá-lo formalmente’)?.”(p. 36)
“Uma das coisas que aprendemos na escola é que o português veio do latim. [...] c) as coisas não terminam com um exemplo em latim.” (p. 37)
“Não há língua quepermaneça uniforme. [...] sobre a qual não pode haver nenhuma dúvida.” (p. 38)
“Dito de outro modo: se temos claro que as línguas mudam, [...] não podem ser aprendidas.” (p. 38-39)
“Mas, nos acostumamos também a pensar que os arcaísmos são sempre formas realmente antigas. [...] porque não são mais usadas regulamente.” (p. 39)
“Uma das frases mais correntes sobre alunos ou outros cidadãos poucocultos é que falam tudo errado. [...] já vimos quanto preconceito há embutido nela.” (p. 41-42)
“Esse é um lado da questão. [...] para dominar a língua padrão.” (p. 43)
“Professores desesperados poderiam verificar duas coisas nos textos de seus alunos que cometem erros de ortografia: [...] quantas vezes os alunos acertam e quantas vezes erram.” (p. 45)
“Um dos ainda numerosos ‘mistérios’ em...
tracking img