Tuberculose pulmonar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 142 (35488 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TUBERCULOSE PULMONAR
EPIDEMIOLOGIA E PATOGÊNESE

DEFINIÇÃO - EPIDEMIOLOGIA
1. Introdução A tuberculose é uma doença infecciosa crónica causada pelo bacilo aeróbico Mycobacterium tuberculosis, cuja característica principal é a preferência pelo parênquima pulmonar e a transmissão de pessoa para pessoa através da inalação de partículas infectadas por este bacilo. A tuberculose há milénios afetaa humanidade... Existem documentos arqueológicos mostrando indícios de tuberculose óssea no período neolítico (5.000 a.C. a 4.000 a.C.) e no Egito Antigo. Na história, os primeiros relatos escritos sobre a tuberculose, encontrados na índia, datam de 700 a.C. Hipócrates, o famoso médico grego, utilizou a denominação phithisis para a doença, termo que significa 'derreter', 'liquefazer', 'esvair-se',dando a base etimológica para os termos 'tísico' e 'tisio'. Aristóteles foi quem descreveu pela primeira vez a sua natureza contagiosa, confirmada pela descoberta de Koch no século XIX do agente etiológico - o Mycobacterium tuberculosis, ou bacilo de Koch (BK). Surgia a 'tisiologia' - um importante ramo da medicina. Após a Revolução Industrial, em pleno século XVHI e início do século XIX, ascircunstâncias epidemiológicas de agregados urbanos elevaram muito os números da doença, que então tornou-se a responsável pela quarta parte de todos as mortes na população adulta europeia - era chamada a 'praga branca'. Até a descoberta e desenvolvimento das drogas tuberculostáticas, o tratamento da tuberculose baseava-se no repouso ao ar livre em 'sanatórios' especializados, onde metade dospacientes falecia. A radiografia de tórax logo demonstrou a natureza cavitária da doença e o tratamento de alguns pacientes incluía a cirurgia de obliteração da cavidade infectada ou 'caverna tuberculosa'. Em 1946, a estreptomicina passou a ser utilizada para combater o bacilo, já mostrando algum sucesso. Em 1952, surgiu a isoniazida e, em 1970, a rifampicina, estes últimos revelando-se agentesanti-tuberculosos de extrema eficácia. A partir de então, a maioria dos pacientes tratados obtinha a cura, sem a necessidade de 'sanatórios' ou

Fig. 2: Bacilo de Koch corado pela técnica de ZihelNeelsen (um BAAR)

Fig. 1: Tuberculose Cavitária

ta-se o azul de metileno para corar o fundo. Os bacilos de Koch (M. tuberculosis) aparecem como pequenos bastonetes avermelhados medindo 2-4 m, discretamentecurvos, contrastando com o fundo azul FIGURA 2. Vale ressaltar que as outras micobactérias são praticamente iguais ao bacilo de Koch na bacterioscopia. Ainda outras bactérias, como Nocardia asteroides e Rhodococcus equi, são Zihel-Neelsen positivas. A cultura é a melhor forma de diferenciar o M. tuberculosis de todas as outras bactérias e micobactérias - ver adiante. Uma observação: a coloração doGram pode eventualmente destacar o M. tuberculosis, que aparece como bastonete fracamente Gram positivo. Enquanto a maioria das micobactérias é encontrada na natureza ou como saprófitas de animais ou seres humanos, o Mycobacterium tuberculosis é um agente eminentemente patogênico. Ele vive 'parasitando' o ser humano - o seu único reservatório. Por ser um microorganismo aeróbio estrito, o bacilode Koch procura microambientes aerados, contendo altas tensões de O2 - daí a preferência para o tecido pulmonar. Cerca de 5-10% dos indivíduos infectados pelo bacilo adoecem, muitos deles tornando-se fontes de infecção. Estes são representados especialmente pelos adultos com a forma cavitária da tuberculose pulmonar. Estima-se que cada indivíduo bacilífero infecte cerca de 10-15 pessoas,mantendo-se assim o ciclo vital do bacilo de Koch.

'colapsoterapia' das lesões cavitárias. A doença passou para as mãos do clínico; os pacientes passaram a ser internados em hospitais comuns e a letalidade despencou de 50% para menos de 10%. 2. Agente Etiológico ;

O agente da tuberculose é o Mycobacterium tuberculosis. A doença também pode ser causada (embora raramente) por outras espécies do...
tracking img