Transplante de figado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1141 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
transplante
O Transplante de Fígado ou Transplante Hepático é um procedimento cirúrgico que consiste na substituição de um fígado doente - de paciente com doença hepática irreversível e terminal - por um fígado sadio (enxerto hepático) extraído de um doador. Este enxerto hepático pode ser obtido de doador falecido ou por meio de parte do fígado extraída de um doador vivo (TransplanteIntervivos).

O Transplante de Fígado tem sido realizado há aproximadamente 40 anos. Durante estas 4 décadas, a melhora progressiva dos resultados de sobrevida dos pacientes transplantados, motivou o aumento do número de transplantes realizados em todo o mundo. Muitas pessoas que realizaram Transplante de Fígado têm agora uma vida normal

transplante em adultos

Em adultos as doenças que comumentelevam ao Transplante de Fígado são:
• Cirrose hepática: Frequentemente causada por vírus da hepatite C ou vírus B, ingestão abusiva e prolongada de álcool ou causa desconhecida.
• Câncer de fígado: Carcinoma Hepatocelular, Tumor Carcinóide.
• Doenças biliares ou colestáticas: colangite esclerosante, Cirrosebiliar primária e Cirrose biliar secundária.
• Doenças metabólicas: Hemocromatose e doençade Wilson.
• Insuficiência hepática aguda (Hepatite Fulminante).

transplante em crianças
Em crianças as principais indicações ao Transplante de Fígado são:
• Doenças biliares ou colestáticas: atresia das vias biliares, doença de Alagille, colangite esclerosante e colangite autoimune.
• Doenças metabólicas: deficiência de alfa 1 anti-tripsina, tirosinemia primária e doença de Wilson.
•Tumores malignos: hepatoblastoma e Carcinoma Hepatocelular.
• Cirrose causada pelos vírus das hepatites C e B ou de causa desconhecida.
• Insuficiência hepática aguda (hepatite fulminante): causada por doenças virais, drogas, doenças metabólicas, doença autoimune ou de causa indeterminada.

entenda a doação de órgãos
"Transplante é muito mais do que uma simples cirurgia. É um procedimento queenvolve a mais profunda conexão entre seres humanos." - James F. Burdick - The Johns Hopkins University.

A DOAÇÃO DE ÓRGÃO PROVENIENTE DE DOADOR FALECIDO

A doação de órgãos proveniente de doador falecido é um ato pelo qual existe a manifestação da vontade do doador, de que, a partir do momento de sua morte, uma ou mais partes do seu corpo, possam ser retiradas, com o intuito de ajudar outraspessoas.

A Lei dos Transplantes (Lei 9434/97), que regulamenta as questões referentes à Disposição de órgãos e tecidos provenientes de doador falecido, descreve no Art 3º: “A retirada “post mortem” de tecidos, órgãos ou partes do corpo humano destinados a transplante ou tratamento deverá ser precedida de diagnóstico de morte encefálica, constatada e registrada por dois médicos não participantesdas equipes de remoção e transplante, mediante a utilização de critérios clínicos e tecnológicos definidos por resolução do Conselho Federal de Medicina.” 

É importante assinalar que além do cumprimento das disposições da lei, descritas acima, é necessário o Consentimento Familiar para efetivar a doação “post mortem”. Para isto, não é necessário, que a pessoa que queira doar seus órgãos, “postmortem” manifeste por escrito esta intenção, mas é fundamental comunicar em vida aos familiares, o desejo de doação. A doação somente se concretiza após o Consentimento Familiar.

No Transplante com doador falecido, a responsabilidade de indicar o receptor é da Central de Transplantes, que por meio da Lista Única de Espera, controlada pelo Ministério Público,  determina, conforme a posição dopaciente e compatibilidade com o doador, o destino daquele órgão. 

A DOAÇÃO DE ÓRGÃO PROVENIENTE DE DOADOR VIVO

Conforme a lei dos Transplantes, em seu Art 9º: “É permitida à pessoa juridicamente capaz dispor gratuitamente de tecidos, órgãos ou partes do próprio corpo vivo para fins de transplante ou  terapêuticos. Só é permitida a doação, quando se tratar de órgãos duplos, de partes de...
tracking img