Trabalhos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3540 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade do Grande ABC – UNIABC
Faculdade Anhanguera de Santo André

Curso Mecatrônica Industrial – Turma TTM 4NA





[pic]


ATIVIDADES PRATICAS SUPERVISONADAS

Etapa I

Instrumentação Industrial






|Nome: Wallace Alves da Silva | |RA: 30000538 | ||Nome: James Alves Mendes | |RA: 30031957 | |
|Nome: Cleante Galvão e Silva | |RA: 30025489 | |
|Nome:
| || | |
|Professor: Renato Henrique | | | |
| | | ||
|Data para entrega: 12/09/12 | | | |



Santo André – SP
2012

Instrumentação Industrial


Sumário



1. Introdução ----------------------------------------------------------- 3


2. Principais equipamentos utilizadosna medição de temperatura:----- 3


1. Medição Localizada ---------------------------------------------------- 4
10. Os principais equipamentos caracteristicas eutilizações para a medição localizada da temperatura são:- ------------------------------------------ 4
2. Imagem Termográfica ------------------------------------------------ 11
3. Estudo de Erros eIncertezas-------------------------------------------- 12
4. Conclusão -----------------------------------------------------------------14
5. Bibliografia -----------------------------------------------------------------15


























1. Introdução:

Através dos sentidos o homem trava conhecimento com o mundo físico que o
rodeia.A primeira noção de temperatura de um sistema é estabelecida a partir da
sensação térmica que o tacto proporciona, sendo traduzida pelos termos frio, quente,
gelado, morno, etc.
No entanto, a nossa percepção de quente e frio é, por vezes, enganadora. Por
exemplo, sente-se a sensação de frio quando se mergulha uma mão em água morna
depois de a ter mergulhado durante algum tempo em águaquente e sente-se a sensação
de quente quando se mergulha a mão na mesma água morna depois de a ter mergulhado
durante algum tempo em água fria.
Portanto o carácter “sensitivo” não pode, para fins científicos, ser utilizado como
um termómetro pois é um instrumento diferencial, pois só consegue distinguir entre
“mais frio” e “mais quente” em relação à sua própria temperatura. Além dissotem um
carácter relativo que depende da pessoa, da condição fisiológica em que se encontrava
anteriormente e da natureza dos objetos tocados. Por exemplo, uma maçaneta metálica
“parece mais fria” ao tacto do que a porta onde está colocada, apesar de estarem ambas à
mesma temperatura. A explicação tem a ver com os valores das suas condutividades e
capacidades térmicas.
Surge, portanto,a necessidade de se estabelecer um instrumento normalizado de
medição de temperatura que seja independente do operador – o termómetro. A
metrologia da temperatura antecede a compreensão do conceito científico de temperatura.
De entre todas as grandezas físicas, a temperatura é provavelmente aquela que é
medida com mais frequência, pois é relevante em muitas áreas científicas e...
tracking img