Trabalhos feitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4498 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL-BACHARELADO




KELIANE MARIA DOS SANTOS GALDINO












RESGATE HISTÓRISCO DA POLITICA DA SAÚDE
E CONSTRUÇÃO DO ARCABOUÇO

















Olho D’Água das Flores-Al
2011


Keliane Maria dos Santos GALDINO












RESGATE HISTÓRISCODA POLITICA DA SAÚDE
E CONSTRUÇÃO DO ARCABOUÇO















Trabalho apresentado ao Curso Superior de Serviço Social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para obtenção parcial de notas, conforme solicitação da disciplina Oficina de formação: projeto de intervenção, a realidade Regional e o Serviço social, Fimilia cultura esociedade,Politica Social III, Estagio curricular obrigatório II.
Orientadores: Amanda Boza Gonçalves, Clarice da Luz KernKamp, Maria Angela Santini, Maria Lucimar Pereira e Rosane Ap. Malvezzi Belieiro.















Olho D’Água das Flores-Al

2011

SumárioIntrodução----------------------------------------------------------------------------------------04

Desenvolvimento--------------------------------------------------------------------------------05

Conclusão----------------------------------------------------------------------------------------06

Bibliografia----------------------------------------------------------------------------------------10






































IntroduçãoVisamos o aprimoramento de seguridade social, a construção da política de saúde sendo a Constituição Federal de 1998, Lei Orgânica da Saúde. Assim podemos ter conhecimento sobre a postura do estado em relação aos Movimentos Sociais, a trajetória econômica tomada pelo governo para o desenvolvimento do país.



























Resgate Histórico da Política daSaúde e a Construção do Arcabouço legal

O Serviço Social no Brasil surge a partir da eclosão da questão social. As bases para sua implantação deu-se a partir do reconhecimento das tensões sociais, oriundas do agudizamento da questão social nas décadas de 1920 e 1930 com o processo de industrialização. Portanto, sua gênese corresponde à conjuntura vivenciada no país neste período, momento emque o Estado passa a utilizar-se de estratégias de intervenção e regulação da questão social via políticas sociais. Estas estratégias foram influenciadas pelas mudanças ocorridas no país – principalmente as econômicas -, em função do processo de industrialização, que teve como consequência imediata, o crescimento desordenado das cidades, devido o êxodo rural, causado pela crise no setor agrícola –crise do café.
O crescimento da classe operária em condições precárias de higiene, saúde e habitação, tomaram proporções gigantescas, dando visibilidade social aos mesmos que passaram a reivindicar melhores condições de vida e de trabalho, dessa forma adquirindo importância social. Outro fator vivenciado neste período foi à quebra da bolsa de Nova York em 1929, gerando uma crise econômica comproporções mundiais.
Diante de todo esse contexto vivenciado no país no início do século XX, percebemos algumas formas de intervenção com intuito de controlar as tensões sociais e atuar de forma a garantir a disciplina e a reprodução da força do trabalho. O Estado entra em cena utilizando-se de algumas estratégias com caráter interventivo e de regulação da questão social, dessa forma, asprimeiras ações de intervenção configuravam-se de forma incipiente em um tipo de ação social com objetivo de diminuir as consequências materiais e morais derivados do trabalho assalariado, ou seja, ações de caráter filantrópico.
De acordo com a Iamamoto e Carvalho (2005) o processo de legitimação e institucionalização da prática profissional dos assistentes sociais no Brasil, deu-se com o...
tracking img