Trabalho zanata

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (300 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Estadual de Maringá
Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes.
Departamento de Fundamentos da Educação - DFE
Curso: Pedagogia 3°ano Turno: Matutino - Turma: 01Disciplina: Hist. Da Educ. Do Brasil: Republica.
Professora: Regina Zanata

 
Considerações acerca dos itens C, D, E, F contidos nas páginas 12 – 27 do texto “A Educação, Problema Nacional” deLourenço Filho.

C) O problema, nos termos políticos atuais.
A educação deve ser nacional, em suas bases, seus quadros e suas diretrizes. Fundada na moral, política e economia danação. A sociedade nacional e o processo educativo integrado são expressões da obra política. Deve atender os interesses coletivos acima dos individuais, preparar para o trabalho, e estabelecerum programa, um método e uma direção para o ensino.

D) O problema, em termos de organização.
A organização requer um plano-estatuto e um plano-programa, a organização da estrutura geraldos serviços, na esfera da educação extra-escolar e na do ensino.

E) O problema, em termos de quantidade.
A população brasileira em 1940 era de 41565083 habitantes. Considerando que ao curso primário era destinado a crianças e sete, oito e nove anos, essas idades ocupam 9,66% da população total. Sendo assim, a capacidade das escolas deveria ser de quatro milhões emeio. Considerados esses números era preciso acerca de 15000 novas escolas com 40 mil classes com 40 alunos em cada.

F) O problema, em termos de recursos.
A educação pública éempreendimento que requer somas muito consideráveis e dotações crescentes a cada ano. É evidente que num país cujo crescimento demográfico aumenta a cada ano, os gastos com os serviços de educaçãoaumentem também. Nenhum plano poderá ser tentado e mantido sem que as forças de produção do país tenham aumentado, de forma que oferecem recursos à execução dos serviços educacionais.
tracking img