Trabalho etnomatematica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1410 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ULBRA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL

NEYDE ALVES DA SILVA ALMEIDA
CGU-85155910

ETNOMATEMÁTICA

OSASCO – SÃO PAULO

SUMÁRIO

Biografia Ubiratan D’Ambrósio...........................................................3Introdução...........................................................................................4
Definição Etnomatemática...................................................................5
História da Etnomatemática.................................................................6
Finalidades Principais da História da Matemática................................7
A escola e o ensino da matemática......................................................8Esconder
Wikipedia está a mudar de aparência.Ajude-nos a encontrar problemas e a completar as traduções da interface de utilizador.
Notou algo diferente? Fizemos algumas melhorias em Wikipedia. Saiba mais. | [Esconder]
[Ajuda-nos com as traduções!] |
BIOGRAFIA

Ubiratan D’Ambrósio nasceu am São Paulo em 1932.Doutor em matemática é um teórico da educação matemática e um dos pioneirosno estudo da Etnomatemática.
Em 2001, ganhou da Comissão Internacional de História da Matemática a medalha Kenneth O May por importantes contribuições na área de História da Matemática.
Em 2005, ganhou da Comissão Internacional de Instrução Matemática a medalha Felix Klein pelo reconhecimento de suas contribuições no campo da educação matemática..
É professor emérito deMatemática da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente é professor do Programa de Estudos Pós-Graduados de História da Ciência da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC); professor credenciado no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo; professor do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática do Instituto de Geociências e CiênciasExatas da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP); e professor visitante no Programa Sênior da FURB / Universidade Regional de Blumenau..
Seu nome figura como signatário de importantes documentos no mundo da ciência, como a Declaração de Veneza de 1986 e Carta da Transdisciplinaridade de 1994. Junto com Edgar Morin e Bassarab Nicolescu fundou o Centre International deRecherches et Études Transdisciplinaires ([CIRET]).

INTRODUÇÃO

A matemática como qualquer outra forma de conhecimento tem a sua dimensão política e o seu progresso tem tudo a ver com o contexto social ,econômico,político e ideológico. Fato esse que não pode ser negado ou ignorado como muitas vezes acontece.
A construção do conhecimento matemático através do ensino depende da compreensãode como esse conhecimento se originou,quais as principais motivações para o seu desenvolvimento e quais as razões de sua presença nos curriculos escolares.
A matemática é usada com frequencia e facilidade no cotidiano das pessoas ao redor do mundo,mesmo por aquelas que não tiveram uma frequencia regular na escola.Pense em uma pessoa que constroi casas há muitos anos, ela utilizaconhecimentos matemáticos como noções de proporções, áreas e outro conceitos matemáticos sem ter consciência disso. A construção de barcos em áreas ribeirinhas muitas vezes acontece de forma rotineira por pessoas que nunca frequentaram um banco escolar,mas sabem sobre ângulos,formas, tamanhos , proporções. Muitas pessoas em zonas rurais também se utilizam de conhecimentos matemáticos ao dividir uma área, aoplantar, ao vender seus produtos , ao calcular os lucros,etc. Mesmo as crianças quando brincam utilizam-se de conceitos matemáticos. Pular amarelinha,construir pipas, brincar de gato e rato, pular cordas, jogar bola,quebra cabeças e uma infinidade de brincadeiras envolvem conceitos de matemática como comparação,medidas, ângulos, quantidades, formas ,classificações, operações,etc....
tracking img