Trabalho de turismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2010 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO SUPERIOR DE ESPINHO
CURSO DE GESTÃO HOTELEIRA
ANO LETIVO 2012/2013

O despertar do concelho de Vagos na companhia de Aveiro e Ílhavo

Fonte: tripwow.tripadvisor.com
Descrição: Jardim do Ega

INDICE

Introdução 3
Acessibilidades 5
Arte Xávega 5
Gastronomia 6
Doçaria 7
Fauna e Flora 8
Artesanato Cerâmica 9
Agricultura 11
Património Cultural 13
Onde Dormir eonde comer 14
Conclusão 15
webgrafia 16
Bibliografia 17

Introdução

Neste trabalho que me foi proposto na disciplina de Introdução ao Turismo lecionada pelo Professor Jorge Marques, pretendo dar a conhecer o destino turístico do concelho Vagos, Distrito de Aveiro, local onde resido e por isso acho importante divulgar os pontos de interesse fundamentais que a zona tem para oferecer, desdea Arte Xávega, Gastronomia e Doçarias, Fauna e Flora, Artesanato e Cerâmica, Agricultura da região e Património Cultural.

Na minha opinião a realização deste trabalho é importante pois, com ele, poderei contribuir para aumentar o Turismo na minha zona e, com isso, valorizar mais o concelho que tanto tem para conhecer.

Vou também referenciar outros concelhos, nomeadamente o concelho deÍlhavo e o de Aveiro pois são dois polos que ajudam no desenvolvimento de Vagos, quer ao nível do Turismo, quer na empregabilidade e no crescimento económico.



Caracterização Geográfica

O concelho de Vagos é composto por um triângulo muito importante entre o sol, mar e ria, onde cada vértice deste triângulo tem um valor elevado no concelho e na sua evolução até aos dias de hoje.

Vagos éum concelho com onze freguesias, e está inserido nos dezanove concelhos do Distrito de Aveiro, no Centro Litoral do nosso país.

Este concelho de tem uma área total de 16493,72ha e uma população residente, em 2011, de 4606 pessoas.

Mapa do concelho de Vagos
Fonte: http//jorgefrade.no.sapo.pt/vagos/antiga.htm

Acessibilidades

Este concelho é privilegiado com muitas acessibilidades, temosautocarros, comboios, auto estradas e vias rápidas que nos ligam ao resto do país. O concelho de Vagos é relativamente perto do Porto e há ligações diárias á cidade do Porto, logo temos acesso a um aeroporto.

Por isso não haverá razão de não nos visitarem.

Arte Xávega

A pesca costeira artesanal, mais conhecida por Arte Xávega é uma forma muito antiga de pescar, talvez a mais moderna dostempos antigos.

Esta arte começou no século XV na zona do Algarve, vinda de Espanha. Entretanto na zona de Ovar começaram a colocar-se os bois para ajudar de retirar as redes e os barcos do mar.

Na zona da Gafanha da Vagueira é talvez das poucas localidades do litoral em que ainda hoje se pode ver a praticarem esta Arte, atraindo muitos visitantes anualmente. Este tipo de pesca depende dotempo, das marés e da afluência do peixe, em ocasiões de abundância, a sua atuação não costuma exceder 4 a 5 lanços diários no verão e 1 a 2 lanços no inverno; é importante referir que na zona da Gafanha da Vagueira existe uma população de cerca de 40% de pescadores.

O objetivo desta pesca, era colocarem redes no mar numa zona específica, onde passado algum tempo, voltavam ao mesmo local e a redeficava em forma de bolsa e trazia os peixes até à costa, nessa altura, mulheres e homens esperavam que o barco chegasse para escolherem o peixe. Posteriormente havia várias pessoas que vendiam o peixe na hora, nos dias de hoje é obrigatório ir para a lota.

Nos dias atuais, muitos barcos já têm ajuda de tratores para removerem as redes do mar e os barcos contêm motores. Como podemos ver embaixo as imagens retratam esta Arte.




Carlos Mendes/galaria Pública Gentes e Locais cagido.blogs.sapo.pt

Gastronomia

Ligada à Arte Xávega, temos a gastronomia do concelho de Vagos, pois quase todos os pratos são compostos por peixe, quase sempre fresco. Então, para elaborar uma refeição perfeita para todos os turistas que queiram vir conhecer a nossa zona, têm vários...
tracking img