Trabalho de portugues

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (551 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TARCILA DO AMARAL


Tarcila do Amaral possui um belo acervo de Obras que estão divididos em vários museus de todo o mundo.
Nasceu em 1º de setembro de 1886 na Fazenda São Bernardo, munícipiode Capivari,interior de
São Paulo. O pai, José Estanislau do Amaral herdou grande fortuna e diversas fazendas nas quais Tarcila passou a infância e adolescência. Estudou no colégio Sion, e complentouseus estudos em
Barcelona,Espanha,onde pinta com seus 16 anos seu 1º Quadro “SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS” . Em 1906 casa-se com André Teixeira Pinto, com quem teve sua única filha, “ Dulce” , que faleceantes dela. Separa-se dele e começa a estudar escultura
em 1916 com Zadig e Mantovani em São Paulo
Em 1920 embarca para Europa com o objetivo de ingressar na “Académie Julian”, em Paris.
Em 1922tem uma tela sua admitida no Salão Oficial dos Artistas Franceses
Em 1923 Tarcila volta à Europa e começa a ter contato com os modernistas: Albert Gleizes,Fernand Léger e Blaise Cendrars, quevisita o Brasil no ano de 1924. foi também no mesmo
ano que Tarcila se casa com Osvald de Andrade que rompeu o seu relacionamento no ano de 1930.
Tarcila do Amaral falece em São Paulo no dia 17 deJaneiro de 1973, porém suas obras continuam
vivas...

RESUMO DA VIDA DE TARCILA DO AMARAL

,Tarcila simboliza a força da “Mulher” no meio Artístico, suas Obras marcantes que revelam asimplicidade, a sensibilidade e a grandeza do trabalho com a arte.
Ela foi uma mulher à frente do seu tempo. Mulher de vários amores, como: André Teixeira, Osvald de Andrade, Osório César e Luís Martins.Oferecia almoços bem brasileiros em seu ateliê,
servindo feijoada e caipirinha, convidava para jantares em sua casa, personalidades da época.
Além de linda, e muito elegante, se vestia com os melhorescostureiros da época, como: Poiret
e Patou, era uma mulher bem ralacionada.
Participou da I Bienal de São Paulo em 1951, teve sala Especial na VII Bienal de São Paulo, e
da Bienal de Veneza em...
tracking img