Tomografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1389 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aspectos básicos de tomografia computadorizada e ressonância magnética

Edson Amaro Júniora e Helio Yamashitab
aSection of Neuroimaging, Division of Psychological Medicine, Institute of Psychiatry, King's College, Londres e Unidade de Ressonância Magnética, Instituto de Radiologia (InRad), Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo. bDepartamento de Medicina porImagem, Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina

INTRODUÇÃO
A psiquiatria tem se beneficiado dos avanços tecnológicos das técnicas de neuroimagem nas duas ultimas décadas. Diversas pesquisas têm sido desenvolvidas. O presente artigo visa esclarecer aspectos metodológicos básicos em neuroimagem estrutural e funcional em tomografia computadorizada (TC) e ressonânciamagnética (RM).
Tomografia computadorizada
Essa técnica, que se baseia em raios-X, foi utilizada para aplicações clínicas ainda no início da década de 70, uma vez que torna possível examinar o encéfalo e, com maior clareza, os limites do sistema ventricular e as partes ósseas do crânio. O aparelho consiste em uma fonte de raios-X que é acionada ao mesmo tempo em que realiza um movimento circular ao redorda cabeça do paciente, emitindo um feixe de raios-X em forma de leque. No lado oposto a essa fonte, está localizada uma série de detectores que transformam a radiação em um sinal elétrico que é convertido em imagem digital. Dessa forma, as imagens correspondem a secções ("fatias") do crânio. A intensidade (brilho) reflete a absorção dos raios-X e pode ser medida em uma escala (unidadesHounsfield).
Recentemente, com a evolução tecnológica, é possível adquirir imagens rapidamente através da técnica de varredura espiral (ou helicoidal). Essa inovação permite realizar o exame em aproximadamente três minutos (quando o presente artigo foi escrito). Torna possível também a angiografia por TC (angio-TC) e outros procedimentos que se beneficiem de dados volumétricos. Isto facilita o exame depacientes agitados.
Apesar dos avanços, ainda é limitada a capacidade de diferenciar entre substância branca e cinzenta, notadamente na região do cerebelo e núcleos da base. A grande deficiência é vista nas doenças desmielinizantes ou em algumas lesões neoplásicas infiltrativas e em transtornos psiquiátricos. A única indicação para esse exame em psiquiatria é a pesquisa de diagnósticos diferenciaiscomo neoplasias e processos inflamatórios, em situações em que o acesso à RM é limitado.
Ressonância magnética
Algumas pessoas ainda utilizam o nome "ressonância magnética nuclear". O termo "nuclear" não é o mais correto, uma vez que causa confusão com radioatividade e não há radiação ionizante nesse método. A técnica fundamenta-se em três etapas: alinhamento, excitação e detecção deradiofreqüência. O alinhamento se refere à propriedade magnética de núcleos de alguns átomos, que tendem a se orientar paralelamente a um campo magnético (como uma bússola em relação ao campo magnético da terra). Por razões físicas e pela abundância, o núcleo de hidrogênio (próton) é o elemento utilizado para produzir imagens de seres biológicos (leia-se, nós). Assim, para que esses átomos sejam orientadosnuma certa direção, é necessário um campo magnético intenso - habitualmente cerca de 1,5 Teslas (30 mil vezes mais intenso que o campo magnético da terra). Entendida essa etapa, é possível associar o nome "magnética" e o antigo "nuclear". Falta entender "ressonância".
A etapa seguinte é a excitação. Sabe-se que cada núcleo de hidrogênio "vibra" numa determinada freqüência proporcional ao campomagnético em que está localizado. Assim, em 1,5 T, o hidrogênio tem freqüência de 63,8 MHz. O aparelho emite então uma onda eletromagnética nessa mesma freqüência. Existe uma transferência de energia da onda emitida pelo equipamento para os átomos de hidrogênio, fenômeno conhecido como ressonância.
Já temos agora o nome completo dessa técnica, mas falta informação de como são produzidas as...
tracking img