Tipos de cavaco

1 OBJETIVOS
Mostrar as diferentes formas e tipos de cavaco e o acabamento superficial da peça que se obtém variando-se as condições de usinagem. Mostrar os diferentes tipos de cavaco formados em função do material usinado. Mostrar a formação e o desaparecimento da aresta postiça de corte, relacionando-a com as condições de usinagem e o acabamento superficial da peça usinada.

2 CAVACO
Ocavaco é o resultado da retirada do sobremetal da superfície que está sendo usinada. Pelo aspecto e formato do cavaco que está sendo produzido, é possível avaliar se operador escolheu a ferramenta com critério técnico correto e se usou os parâmetros de corte adequados. A quebra do cavaco é necessária para evitar que ele, ao não se desprender da peça, prejudique a exatidão dimensional e oacabamento da superfície usinada. Para facilitar a quebra do cavaco, é necessário que o avanço e a profundidade de corte estejam adequados.
Em condições normais de usinagem, a formação do cavaco ocorre da seguinte forma:
• Durante a usinagem, por causa da penetração da ferramenta na peça, uma pequena porção de material, (ainda preso à peça) é recalcada, isto é, fica presa contra a superfície de saídada ferramenta.
• O material recalcado sofre uma deformação plástica que aumenta progressivamente, até que as tensões de cisalhamento se tornam suficientemente grandes para que o deslizamento comece.
• Com a continuação do corte, há uma ruptura parcial ou completa na região do cisalhamento, dando origem aos diversos tipos de cavacos.
• Na continuação da usinagem e devido ao movimento relativoentre a ferramenta e a peça, inicia-se o desprendimento do cavaco pela superfície de saída da ferramenta. Simultaneamente outro cavaco começa a se formar.
Embora inevitável, o cavaco se torna indesejável tão logo é produzido. Sua presença na região de corte pode danificar a ferramenta ou a superfície da peça usinada. Assim, por exemplo, a aresta postiça, ou falsa apara, que é um depósito dematerial aderido à face da ferramenta, torna-se uma falsa aresta cortante que varia constantemente durante a realização do corte. Ela é devida a um forte atrito entre o cavaco e a ferramenta, que produz o arracamento de pequenas partículas de material quente do cavaco e que acabam se soldando no gume da ferramenta.
Na usinagem caracterizada por esse tipo de cavaco, a superfície fica coberta defragmentos adjacentes, compridos e parcialmente aderidos a essa superfície, que fica áspera. O grau de aspereza é tanto maior quanto maiores são os fragmentos. Esse tipo de cavaco pode ser evitado escolhendo-se adequadamente a espessura do cavaco, a temperatura de corte e o ângulo de saída, a superfície de saída da ferramenta e o lubrificante próprio.

3 TIPOS DE CAVACO
Os cavacos podem serclassificados em três tipos:
• contínuo : forma-se na usinagem de materiais dúcteis e homogêneos com pequeno e médio avanço;
• de cisalhamento: constituído de grupos lamelares distintos e justapostos, estes elementos foram cisalhados e parcialmente soldados em seguida;
• de ruptura: quando são constituídos de fragmentos arrancados da peça usinada. Forma-se na usinagem de materiais frágeis ou deestrutura heterogênea, tais como ferro fundido ou latão.
A forma o cavaco pode ser classificado em:
• em fita;
• helicoidal;
• espiral
• em lascas ou pedaços.
O cavaco em fita pode provocar acidentes, ocupa muito espaço e é difícil de ser transportado. Geralmente a forma de cavaco mais conveniente é o helicoidal. O cavaco em lascas é preferido quando houver pouco espaço disponível ou quando ocavaco deve ser removido por fluido refrigerante (por exemplo, no caso de furação profunda).


Figura 1 – Coeficiente Volumétrico e a forma do Cavaco (adaptado de FERRARESI,1977 )

Pode-se provocar a mudança na forma do cavaco através de:
• alterando-se as condições de usinagem;
• superfície de saída da ferramenta;
• dispositivos na superfície de saída da ferramenta.

4 ESTUDO DOS...
tracking img