The coca cola company

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2459 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 - “Coca-Cola é isso ai” 4

3 EMBASAMENTO ADMINISTRATIVO - PARTE I 5
3.1 Teoria neoclássica 5
3.2 Gestão pela qualidade total 6

4 EMBASAMENTO MATEMÁTICO - PARTEII 8

5 EMBASAMENTO ECONÔMICO – PARTE III 9
5.1 Estrutura de mercado 9
5.2 Estratégias de fidelização 9
5.3 Concorrência local 10

6 EMBASAMENTO CONTÁBIL – PARTE IV 11

7 CONCLUSÃO 13
REFERÊNCIAS 14
ANEXOS 15
INTRODUÇÃO


Nas últimas décadas, o mundo dos negócios foi percebendo que inovação poderia ser a chave para o crescimento contínuo, e consequente sobrevivência dasempresas no mercado. Um conjunto de forças ambientais, como, por exemplo, mudanças no comportamento dos consumidores, acirramento da competição e encolhimento do ciclo de vida dos produtos fizeram com que a inovação em marketing fosse um elemento vital na formulação da estratégia e no planejamento corporativo. (ROTHBERG, 1981, p. 1). Essa inovação atingiu a empresa Coca-Cola, que se baseava nosprincípios da Teoria Neoclássica para administrar, e com a evolução do mercado assumiu uma nova abordagem da Gestão pela Qualidade Total.
Os objetivos específicos deste trabalho, que traz como objeto de estudo a The Coca-Cola Company, é apresentar as estratégias de marketing, estrutura de mercado utilizada pela instituição, e aliados ao histórico da empresa e as observações feitas localmente,avaliar os pontos positivos e negativos do modelo implantado.


DESENVOLVIMENTO


1 - “Coca-Cola é isso ai”

Considerada a marca mais conhecida do mundo, segundo especialistas, a Coca-Cola, é comentada não só pelo sabor da mistura de água gasosa, corante caramelo e ingredientes secretos, mas pela estratégia de comunicação mais bem sucedida de todos os tempos.
Em 1886, umcurioso farmacêutico de Atlanta, chamado John Pemberton, criou a Coca-Cola, um “tônico para o cérebro”, que incluía extrato de noz-de-cola, um estimulante com alto teor de cafeína, e extrato de folhas de coca.
O contador e sócio de Pemberton, Frank Robinson, foi quem batizou a bebida e escreveu o nome com a própria caligrafia. Desde então, o nome da bebida é escrito da mesma maneira.Foi Robinson o responsável por realmente introduzir a Coca-Cola no mercado, criar métodos de divulgação do produto, como cartazes, relógios, balanças, calendários, marcadores de páginas e faixas em bondes. Talvez tenha sido a partir deste momento que a marca Coca-Cola, de fato, tenha passado a existir e trilhar seu caminho de vitórias.
O diferencial da Coca-Cola não está somente nosabor da mistura, “fórmula secreta” escondida a sete chaves, mas nas ações empreendidas e que, ao longo dos tempos, contribuíram para criar um alto nível de envolvimento com o consumidor, ocasionando, assim, a consolidação da marca.

EMBASAMENTO ADMINISTRATIVO - PARTE I

Conforme demonstrou o estudo de caso “The Coca-Cola Company”, retirado do livro“ 50 Empresas que mudaram omundo”, escrito por Howard Rothman, a empresa Coca-Cola passou pela gestão de diferentes administradores, medidas como a reformulação dos produtos para que os mesmos se enquadrassem no novo contexto social que eclodia, a maneira flexível de orientar as organizações para adequar-se a cada uma delas, e a transferência da autoridade para os pequenos administradores locais, revelou que a companhiaseguiu os princípios da Teoria Neoclássica.

1 Teoria neoclássica

A Teoria Neoclássica surgiu da necessidade de se utilizarem, os conceitos válidos e relevantes da Teoria Clássica. Nada mais é do que os princípios básicos dos Clássicos, devidamente atualizada e redimensionada aos problemas administrativos atuais e ao tamanho das organizações de hoje. Algumas características são...
tracking img