Teste

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2048 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Educação para as elites,
escola para os vadios e violência para todos.
Bruna Gabriela da Silva
Instituto Federal de Santa Catarina
Discutimos neste texto, a contextualização da violência
na escola como parte do processo de civilização. A
escola ampliou o seu acesso incorporando, os antes,
excluídos, tornando-se assim, não mais violenta, mas
sim inserida em uma realidade mais violenta. NoBrasil, escolas públicas de péssima qualidade fora
distribuídas em periferias das grandes cidades para os
filhos dos pobres e as escolas privadas, de melhor
qualidade, era frequentada pelos filhos das elites.

A escola num contexto social
A vivência dos alunos na escola possibilita novos conhecimentos não só para si próprio,
como também para os professores e pessoas ali envolvidas. Otrabalho de um professor não deve
pautar-se somente em ensino pedagógico a um aluno, o trabalho de um professor vai além disso,
pauta-se em transformá-lo em um cidadão e mostrando-lhe a sociedade, como um todo, ao qual
está inserido.
O que acontece nas escolas é um reflexo daquilo que acontece no tecido social, e a
violência faz parte deste meio, a violência é um elemento cultural. Elasimboliza força, busca por
afirmação social e sobrevivência, nada mais do que uma busca por oportunidades. Max Weber
aponta a violência como instrumento permanente na sociedade por expressar disputas de poder,
já que a violência perpassa pela história da humanidade. Nobert Elias acredita que a missão da
sociologia é identificar o que em comum com todas as sociedades humanas possíveis, e a
violênciafísica é apenas um dos elementos intrísecos dos seres humanos.
Segundo Elias, civilização e violência não são antíteses. Não foi a violência que entrou nas
escolas brasileiras, e sim o contrário, já que o Brasil carrega em 'seu bojo' padrões de violência
aceitáveis e não aceitáveis pela sociedade. Um exemplo disto foi a extiparção de milhares de
índios pelos bandeirantes e a escravidão quesupliciou os negros. Mesmo com o advento de
República no final do século XIX, a República Velha serviu ao interesse dos cafeicultores. Pois
eram escassas as oportunidades de trabalho para todos os negros, imigrantes pobres, vadios e
sem-escola, estes -principalmente negros e imigrantes- lutavam pela sobrevivência e eram
protagonistas nos casos de violência. A violência acontecia em lugarespúblicos, por aqueles que
não tinham trabalho fixo e eram desprovidos de renda. Os filhos dos vadios não conseguiam
vagas nas escolas, o que aprofundava a desigualdade. Era um ciclo vicioso: quem nascia pobre
vivia pobre, envelhecia e morria pobre.
Atualmente, vivemos em uma realidade completamente diferente, a oportunidade ao
acesso à educação formal ampliou-se como nunca visto antes. A escolaentrou na sociedade e
passou a acomodar os negros e pobres, filhos de vadios e desafortunados. Mas se isso, por um
lado, foi algo significativo positivamente, por outro demonstrou falta de preparo dos educadores
para um ensino de melhor qualidade, fato que culminou uma crescente desqualificação no
trabalho dos professores. Com esta ampliação escolar e mudança na estrutura das relaçõessociais, o fenômeno da violência entrou neste âmbito.
Outra relação importante nas relações de poder que perpassam a história da sociedade é
a balança que demarca as oportunidades angariadas pelos diferentes grupos sociais. Segundo
Elias, até mesmo os indivíduos desprovidos de poder político ou econômico, tinham seu peso na
balança social de poder, ainda mais em uma sociedade democrática na qual ovoto define os
vencedores nos processos de disputa política. A violência não esta descartada pelos protagonistas
da trama social, em qualquer urbe, a violência se faz presente.
A escola pública é um dos palcos onde se trava esta disputa social, não apenas por servir

um sistema frequentemente gerador de desigualdades, mas por representar uma das raras
possibilidades de melhoria de vida....
tracking img