Teste

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5311 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma Canção Para o Senhor

TESTEMUNHO

Olá, irmão! Primeiramente, meu nome é Felipe, também conhecido como FM. Moro em Caraguatatuba, litoral norte de SP e sou músico. Melhor que isso, posso dizer com a boca cheia que hoje eu sou um Músico de Deus! Depois de reler este testemunho várias vezes, acho incrível como eu possa ter escrito tanta coisa. Nunca fui de escrever muito e o fato de aspalavras que eu escrevi aqui servem muitas vezes como conforto, como conselho, ou até mesmo de bronca algumas vezes, para mim mesmo, já deixa claro que não escrevi sozinho. Deus está comigo todo o tempo. Sinto fortemente Sua presença ao meu lado, apoiando a minha mão quando escrevo, ditando as palavras que saem da minha boca. Começo esse livro contando o meu testemunho, pois a partir dele que pude darseguimento a tudo o que está escrito adiante. Como vocês poderão perceber, fiz questão de indicar o nome de cada uma das pessoas que participaram ativamente durante este processo, não só como reconhecimento, mas para mostrar a identidade da minha história. Ela não foi feita sozinha. Cada uma dessas pessoas que passaram por minha vida tem uma contribuição, mesmo que mínima, para que ela deixasse deser hipótese e se tornasse uma realidade. “É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se!” (Eclesiastes 4:9-10)

6

Felipe Moraes

Desde criança eu convivo dentro da igreja. Fui coroinha, fiz catequese, perseverança,crisma. Fui coordenador de PJ, toquei em muitos retiros... Deus sempre falou comigo, porém, não sei se por ser uma pessoa muito "científica", por ter uma razão explicável pra tudo acontecer, ou por medo de admitir que o que estava ouvindo em meu coração era real, eu me abstraia disso e me afastava, e não acreditava. O mais racional para mim era achar que eu ouvia Deus falar comigo era a voz da minhaconsciência. A verdade é que eu vivia com tampões nos meus ouvidos e ouvia só o que me convinha. Afinal de contas, qual o mal em eu discordar da minha consciência? Isso foi formando um vazio dentro de mim. Como um buraco negro, ele foi consumindo o que havia de bom em mim. A alegria que eu tinha em estar com os jovens bendizendo a Deus e cantando músicas pra ele se contrabalanceava com a minhaangústia por parar pra pensar e não encontrar uma razão mensurável pra isso ou aquilo. Eu buscava, no meu silêncio, preencher esse vazio. Não me abria pra ninguém, porque eu me achava um anormal. E o pior é que isso só alimentava ainda mais esse buraco negro e o tornava cada vez maior. Portanto, sempre que eu rezava, eu não pedia saúde, dinheiro, nem essas coisas que sempre pedimos, muito menosagradecia. Eu pedia fé. Eu entendia que seguir a Cristo era bom. Eu era uma boa pessoa quando seguia o que Ele pregava e me sentia muito bem seguindo os Seus ensinamentos. Mas o que eu queria mesmo era sentir em mim que Ele existia de verdade. Queria sentir que tudo o que eu vivia não era uma encenação, que eu não tava à frente dos jovens, dos coroinhas, da assembléia, vivendo uma mentira. Em tudo o quefaço, gosto de viver a verdade. E, nessa época, eu estava me sentindo como se eu falasse bem de uma música porque a maioria gostava, mas, no fundo, eu não conseguia ouvir. Ao menos, pensava que não ouvia. Pra vocês entenderem meu caso, essa angústia não durou semanas, nem meses, mas sim anos. Chegou ao ponto de eu achar que era ateu. Nessa época eu já estava na equipe de música. Como qualquer pessoa,eu amo a música. E ela teve e tem, ainda mais hoje, uma participação fundamental na minha vida como cristão. Quando esse vazio já estava muito grande, eu estava prestes a desistir de ir à igreja e tudo mais. Não que não fizesse sentido pra mim, mas porque me sentia culpado por não ser “normal”. Mas a música me salvou nessa época. Lembro que no começo da equipe de canto, éramos poucos, a...
tracking img