Terror em sc e as teorias contratualistas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (412 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Situações extremas remetem o homem ao estado de natureza, oque nos leva a refletir sobre como surgiu o Estado, como nossa sociedade foi organizada e no porquê de algumas vezes o homem tenta retornara este modo de viver. A situação na qual se encontra Santa Catarina pode ser vista como uma rebelião contra o Estado onde pessoas tentam desestrutura-lo para voltar ao estado de natureza, que pode serrelacionado com teorias de filósofos contratualistas como Hobbes, Locke e Rousseau.
Segundo Hobbes “O homem é o lobo do próprio homem”, e este instinto sadista pode facilmente justificar asatrocidades cometidas pelos civis contra seus iguais, seria um tipo de “rebelião” onde através de tais atitudes eles tentam reivindicar algo ou conseguir algum tipo de poder e já que o Estado não é capaz demanter a ordem este “lobo” que se manteve preso se liberta e passa a querer saciar suas ambições.
Já analisando do ponto de vista de Rousseau poderíamos presumir que estes acontecimentos são naverdade consequência de um Estado instável e corrupto que ao corromper o homem fez com que este perdesse sua pureza e sua “humanidade” fazendo-o praticar atos desumanos e acabando com a liberdade concedidapelo contrato, onde este abre mão de sua liberdade individual por um tipo de liberdade coletiva, e assim gerar um caos tanto para o Estado quanto para os demais civis que deixam de ser limitados pelalei e passam a ser regidos pelo medo.
Por outro lado vendo através da teoria de Locke podemos concluir que o homem se submete ao Estado sob a condição de que este se comprometa em preservar seusdireitos fundamentais. A partir do momento em que os civis ficam insatisfeitos com isto podem se volta contra o Estado em busca de retomar seu poder e sua liberdade individual e assim agir conforme seuspróprios interesses demonstrando sua natureza egoísta e assim deixando de depender da vontade de qualquer outro homem.
Ambas estas teorias se adequam bem ao explicar o ocorrido de Santa Catarina,...
tracking img