Teoria geral dos sistemas na teoria das organizações

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7777 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A teoria geral dos sistemas na teoria das orqanizacões
Fernando C. Preste. Motta·

1. Introdução. 2. Origens. 3. As Grandes Figuras. 4. Idéias Centrais. 5. A Teoria Geral dos Sistemas e a Organlzaç/jo. 6. Criticas.

Estamos presenciando um movimento sul generis no desenvolvimento científico. Parece que, repentinamente, todos os ramos do conhecimento, tornados estranhos uns aos outros pelaespecialização extremada, começaram a ressentir-se do isolamento em que se encontravam, passando a buscar mais e mais suas bases comuns. Talvez pela necessidade crescente de estudos interdisciplinares, capazes de analisar a realidade de ângulos diversos e complementares, talvez pela comunicação muito mais rápida e fácil entre especialistas em campos diferentes, começou-se a tomar consciência de queuma série de principios desenvolvidos nos diversos ramos do conhecimento científico não passavam de mera duplicação de esforços, pois outras ciências já os haviam desenvolvido. Isto não quer dizer, porém, que só haja uma ciência, ou que a frsica, a química e a psicologia tratem dos mesmos objetos. Seria tolice imaginar que todos os, principios e conclusões de uma aplicar-se-iam às demais. O que sefoi percebendo é que muitos dêsses princípios e conclusões valiam para várias ciências, na medida em que tOdas tratavam com objetos que podiam ser entendidos como sistemas, fOssem êlesfrsicos, qutrntccs, psiquicos etc.
Professor-assistente do Departamento de Administração Gerai e Reiações Industriais da Escola de Administração de Emprêsas de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas. R. Adm. Emp.,Rio de Janeiro. •

2. Origens Com base nessa constatação, alguns cientistas orientaram suas preocupações para o desenvolvimento de uma teoria geral dos sistemas, que desse conta das semelhanças, sem prejuízo das diferenças. Nesse particular, salienta-se a obra do biólogo alemão Ludwig von Bertalanffy que concebeu o modêlo do sistema aberto, entendido como compiexo de elementos em interação e emintercambio 'contínuo com o ambiente. Em seu livro Teoria geral dos sistemas, êsse autor apresenta a teoria e tece considerações a respeito de suas potencialidades na física, na biologia e nas ciências socl~is. No mesmo livro, von Bertalanffy lança os pressupostos e orientações básicos de sua teoria geral dos sistemas, como segue: a) há uma tendência para a integração nas várias ciências naturais esociais; .b) tal integração parece orientar-se para uma teoria dos sistemas; c) essa teoria pode ser um meio importante de objetivar os campos não-físicos do conhecimento cientifico, especialmente nas ciências sociais; d) desenvolvendo princípios unificadores que atravessam verticalmente os universos particulares das diversas ciências, essa teoria aproxima-nos -do Objetivo da unidade da ciência;11(1): 17-33 Jan.lMar. 1971

----------------

e) isso pode levar a uma integração muito necessária na educação cientlfica. 1 Muitos são os estudiosos que têm procurado aplicar a, teoria geral dos sistemas a seus diversos campos. No caso particular das ciências sociais, o modêlo do sistema aberto tem revelado enormes potencialidades, quer pela sua abrangência, quer pela sua flexibilidade. Degrande importância são os trabalhos do psicólogo J. G. Miller, do economista Kenneth Boulding, do cientista político David Easton e do sociólogo Walter Buckley. Embora o impacto da teoria geral dos sistemas venha sendo grande na sociologia, o estágio em que se encontrava a teoria sociológica por ocasião dos primeiros contatos com a nova abordagem fêz com que se iniciasse um processo simbiótico,cujo desenvolvimento é difícil prever. Com efeito, a predominância do funcionalismo de Talcott Parsons na sociologia contemporânea tem possibilitado a essa ciência atingir níveis sempre mais altos de sistematização, apesar das limitações indiscutlveis que, tal método apresenta. De qualquer forma, porém, a perspectiva funcionalista também é sistêmica, embora bastante diferente daquela da teoria...
tracking img