Tecnologia pos colheita de pequenas frutas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2085 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
n. 162 - agosto - 2012
Departamento de Publicações
Av. José Cândido da Silveira, 1.647 - União - 31170-495 Belo Horizonte - MG - site: www.epamig.br - Tel. (31) 3489-5000 Disponível no site, em Difusão de Tecnologia

Aspectos técnicos do cultivo de fisális para o Sul de Minas1
Emerson Dias Gonçalves2 Carolina Ruiz Zambon3 Rafael Pio4 Luiz Fernando de Oliveira da Silva5 Ângelo AlbericoAlvarenga6 Csagnon Mariano Caproni7 INTRODUÇÃO O cultivo de pequenos frutos e seu reconhecimento como atividade econômica ainda é recente, porém, nos últimos anos, vem despertando a atenção de produtores, comerciantes e consumidores. No Brasil existe crescente demanda por conhecimento dos benefícios desses frutos à saúde humana, sendo que, muitas vezes, grande parte é importada para atender à própriademanda interna (SCHAKER; ANTONIOLLI, 2009). Dentre esses pequenos frutos, com potencial de cultivo e comercialização em várias regiões do Brasil, pode-se destacar a cultura de fisális. Trata-se de planta arbustiva de hábito decumbente e ramificações muito densas, pertencente à família Solanaceae. Seu fruto é uma baga envolta pelo cálice (popularmente chamado capulho) (Fig. 1). Atualmente o maiorprodutor é a Colômbia, sendo o fruto o segundo produto mais exportado pelo País, representando 45% da receita de exportação e responsável pelo abastecimento dos mercados norte-americano, europeu e latino-americano (RUFATO et al., 2008). As espécies mais utilizadas em plantios comerciais são Physalis peruviana L. e Physalis angulata L. Algumas espécies do gênero Physalis são nativas do Brasil,podendo inclusive ser encontradas no Norte e no Nordeste. São conhecidas popularmente por vários nomes, como camapum, joá-de-capote, entre outros.

Circular técnica produzida pela EPAMIG Sul de Minas. Tel.: (35) 3821-6244. Correio eletrônico: uresm@epamig.br Apoio CNPq. 2 Engo Agro, Pós-Doc, Pesq. EPAMIG Sul de Minas-FEMF/Bolsista FAPEMIG, CEP 37517-000 Maria da Fé-MG. Correio eletrônico:emerson@epamig.br 3 Bióloga, Mestranda Botânica Aplicada UFLA/Bolsista FAPEMIG, Caixa Postal 3037, 37200-000, Lavras-MG. Correio eletrônico: carol-rzambon@hotmail.comr 4 Engo Agro, Dr. Prof. Adj. UFLA-Depto. Agricultura/Bolsista CNPq, Caixa Postal 3037, 37200-000 Lavras-MG. Correio eletrônico: rafaelpio@dag.ufla.br 5 Engo Agro, Doutorando, Pesq. EPAMIG Sul de Minas-FEMF, CEP 37517-000 Maria da Fé-MG. Correioeletrônico: luiz.oliveira@epamig.br 6 Engo Agro, Dr., Pesq. EPAMIG Sul de Minas/Bolsista FAPEMIG, Caixa Postal 176, CEP 37200-000 Lavras-MG. Correio eletrônico: angelo@epamig.br 7 Engo Agro, M.Sc., Pesq. EPAMIG Sul de Minas/Bolsista FAPEMIG, Caixa Postal 176, CEP 37200-000 Lavras-MG. Correio eletrônico: caproni@epamig.br

1

Aspectos técnicos do cultivo de fisális para o Sul de Minas

2A

B

Figura 1 - Exemplar de Physalis spp. NOTA: Figura 1A - Planta de fisális; Figura 1B - Fruto imaturo de fisális, envolto pelo cálice (capulho) acrescente inflado. um cálice acrescente, inflado (SILVA; AGRA, 2005). Dependendo dos tratos culturais, pode chegar a produzir 6,76 t/ha no primeiro ano de plantio, possuindo vida útil de dois a três anos. Em estudos realizados na EPAMIG Sul deMinas - FEMF em Maria da Fé, avaliou-se o ciclo fenológico do fruto fisális desde o plantio em agosto, o desenvolvimento das plantas, até a queda de produção (Quadro 1). O surgimento dos primeiros botões iniciou-se no mês de novembro de 2010 e estendeuse até o mês de setembro de 2011, quando não se observou mais o surgimento de flores em consequência da senescência das plantas. No mês de outubro de2011, realizou-se a poda das plantas. Observa-se que o tempo de surgimento do botão floral até a colheita (Fig. 2) do fruto varia de

Atualmente, observa-se grande interesse e pequenas iniciativas de plantios dessas variedades comerciais no Sul de Minas, e, pensando nessa demanda, a EPAMIG Sul de Minas iniciou seus primeiros ensaios com a cultura de P. peruviana L. na Fazenda Experimental de...
tracking img