Tcc sobre fast food

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2340 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário
Introdução1
O Início2
Como foi aceita2
O surgimento das redes3
Os perigos do fast food4
O número de redes6
A saída para quem tem tempo6
Conclusão7
Fontes e Anexos8 e 9

1. Introdução:
O objetivo do trabalho é informar aos leitores sobre o estilo de alimentação chamado fast food que em tradução livre ao Português significa Comida Rápida. Será informado sobre oseu inicio, motivos por ter sido adotado em vários lugares do mundo e se é viável a perda de um alimento saudável para ganhar-se tempo no mundo atual, em que todos tem uma vida com tarefas que há de serem realizadas em pouco tempo e enfrentando os problemas do crescimento desordenado das principais cidades.

2. O Início
As primeiras empresas transnacionais surgiram no final do século XIX,entretanto, só atingiram o auge de atuação mundial após a Segunda Guerra Mundial. A maior parte das empresas transnacionais é de origem de países industrializados, que após terem conquistado o mercado interno montaram filiais em outros países, principalmente nos países em desenvolvimento Para os países em desenvolvimento, a instalação dessas empresas em seu território é um fator positivo, pois geranovos postos de trabalho, além de promover a industrialização na região.
Por sua vez, as transnacionais utilizam como critérios para montar suas filiais, locais com potencial de mercado consumidor, infraestrutura, matéria-prima, energia e mão de obra barata, além de possíveis doações de terrenos e isenções de impostos.
Os investimentos realizados por essas empresas são elevados, e o retornofinanceiro é satisfatório em decorrência de uma série de motivos que foram citados anteriormente. O lucro é destinado a investimentos para a instalação de novas filiais, e outra parte é direcionada à matriz.
A globalização é um processo de fundamental importância para a atuação das empresas transnacionais, pois proporciona todo o aparato tecnológico para os serviços de telecomunicação, transporte,entre outros, fatores essenciais para a realização eficaz das atividades econômicas em escala global. O estilo de alimentação de fast food começou a se expandir rapidamente e tem cada vez mais pessoas aderindo essa proposta de comida rápida.
3.1 Como foi aceita
A fast food surgiu em 1916, em Wichita, no Kansas, nos Estados Unidos da América, por iniciativa da empresa White Castle. J. WalterAnderson, cozinheiro, dono e fundador da empresa, vendia a preço reduzido hambúrgueres com batatas fritas e cola. Os hambúrgueres da White Castle, ao contrário do que acontecia até então, eram confeccionados rapidamente numa grelha em brasa. O método fez sucesso e J. Walter Anderson lançou mais três casas em Wichita. Em 1921 o cozinheiro associou-se a um agente de seguros chamado Billy Ingram paralançar mais um restaurante. Até finais dos anos 20, a White Castle instalou-se em doze grandes cidades norte-americanas, depois de ter sido a primeira empresa a fazer uma campanha publicitária comum para todos os restaurantes.
Quando as primeiras redes americanas começaram a vender seus lanches do tipo hambúrguer no Brasil, uma espécie de “americanismo” surgiu no país. Isto vai de encontro aopensamento de LEFÈBVRE (1991, p.32), quando diz que na França: “Certo americanismo se introduzia, não tanto pela ideologia, como pelo cotidiano.”.
Essas empresas, que num primeiro momento foram as americanas e, posteriormente passaram a ser originárias de diversos países, elaboraram um “ritual” formatado e aos consumidores cabia apenas segui-lo: a expansão do McDonald’s é um exemplo claro dessaformatação. Embora isso se mantenha até hoje, muitas coisas mudaram e esse processo se intensificou: comer em fast food é um “novo hábito” do brasileiro, principalmente os que residem nas grandes cidades. O fast food aparece também em outras cidades (mesmo quando não é necessário), como signo da participação no mundo global, moderno, onde a velocidade está presente.
O fast food, nas metrópoles,...
tracking img