Tcc-procedimentos comportamentais do docente para tratar do tema sexualidade infantil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8044 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

A escola constitui-se, desde tempos passados, em um espaço de aprendizado e interação social, cujas ações e acontecimentos dela emergidos são refletidos posteriormente na vida de seus ex-alunos. Em razão disso, torna-se importante a presença de educadores preparados para esclarecer aos alunos as dúvidas relacionadas à sexualidade humana e suas múltiplas expressões, tendo em vistaque o assunto é algo inerente à vida e à saúde.
Este trabalho tem como meta contribuir para conscientização de que é importante tratar do tema desde os primeiros anos de escolarização, visto que a educação para a sexualidade deve considerar a plenitude da pessoa no mundo. É preciso estar sensibilizado para respeitar a si mesmo e aos outros, saber relacionar-se, ter responsabilidade, crer navida e procurar vivê-la com prazer, conhecendo seus próprios direitos, inclusive o de ser feliz. Considera-se também que, muitas vezes, entre os profissionais da educação, informações sobre a sexualidade são omitas e pouco se conversa, a este respeito, com a intenção de transmitir conhecimento, refletir sobre a questão.
Por essa razão esta pesquisa foi realizada e exposta, a seguir, contemplandotrês partes: o capítulo 1, de caráter teórico, refere-se à definição entre sexo e sexualidade; o capítulo 2 traz um breve histórico da sexualidade nos aspectos culturais e sociais e capítulo 3 aponta como o educador aborda a sexualidade na instituição de ensino. Por fim, houve o registro da pesquisa de campo, por meio da compilação e análise do questionário respondido pelas professorasparticipantes. Os resultados evidenciam a necessidade de se abordar o tema da sexualidade, sob a perspectiva educativa, desde a Educação Infantil. O suporte teórico desta pesquisa alicerçou-se nas concepções de Freud (2002), Aquino (1997), Ribeiro (1999), Lorencini (1997), Nedeff (2001), Ferreira ( 2001), Camargo (1999), Sayão ( 1997, 2007) e Veiga Neto (2004), cujos estudos contribuíram para explicar aevolução psíquica, afetiva e cognitiva da criança.
A leitura desta monografia constitui-se, portanto, em um momento de aprendizado, sobre o tema, e uma linha de fomentação para outras pesquisas, uma vez que o estudo da sexualidade humana é inesgotável.
2 A DEFINIÇÃO DA SEXUALIDADE

A sexualidade atravessa a vida das pessoas de maneira única. Associa-se às idéias e sensações de amor, de prazere de uma relação afetiva que as une; bem como, a brincadeiras e piadinhas ou risadas sem graça, até grandes constrangimentos. Essas manifestações engraçadas ou embaraçosas, quando o assunto é sexo, revelam o desconforto diante dele.
Ao levantar dados sobre sexo e sexualidade, percebe-se que os conceitos, embora sejam bastante usados, são comumente confundidos quando se trata da sexualidadehumana. Para o senso comum essas duas palavras são sinônimas, porém são palavras diferentes em seus significados.
Esclarecendo esse mito Pantoni; Piotto e Vitoria (2001) apontam que o desenvolvimento da sexualidade se inicia desde a gestação quando os pais e avós vão formando suas expectativas e sonhos para seu filho ou filha.
Não existe um consenso sobre o que se convencionou chamarde “sexo”, o que ocorre é uma identificação reducionista ligada aos órgãos genitais, conforme a visão científica. Nela a visão biológica direciona a um conjunto de características somáticas, genitais e extragenitais, que distinguem os gêneros entre si, ou seja, separam a humanidade entre machos e fêmeas.
Convém ressaltar que a palavra sexo não se resume apenas à anatomia genital, àreprodução ou fonte de prazer. Sexo é muito mais que isso, inclui características físicas, aspectos psicológicos, éticos, culturais e morais, a um conjunto de características que definem a identidade sexual.
Pantoni; Piotto e Vitoria (2001) informam que o sexo e a sexualidade são coisas distintas. A sexualidade relaciona-se ao prazer, ao amor, à relação entre parceiros amorosos e não se...
tracking img