Taylor

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1906 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Frederick Taylor foi considerado pai da administração científica e um dos primeiros sistematizadores da disciplina científica da Administração de empresas, caracterizando por dar ênfase nas tarefas, objetivando o aumento da eficiência ao nível operacional. É considerado uma das vertentes na perspectiva administrativa clássica. Em 1911 publicou um livro de Princípios de Administração Científica.Taylor concentra seu argumento na eficiência do trabalho, que envolve fazer as tarefas de modo mais inteligente e com a máxima economia de esforço. Para isso era preciso selecionar corretamente o operário, e adestrá-lo na função específica que iria desenvolver. Também propunha melhores salarios para os operários, com a concomitante diminuição dos custos unitários de produção, o que idealmentelevaria prosperidade a patrões e empregados.

Há uma série de princípios enunciados por Taylor, no que concerne à
administração. Eles são entendidos como máximas pelas quais a organização deve se orientar para melhorar sua eficiência, a partir de critérios supostamente científicos.
Em seu Principles of Scientific Management, Taylor enuncia[3] quatro princípios:
▪ substituir os métodos empíricose improvisados (rule-of-thumb method) por métodos científicos e testados (planejamento)
▪ selecionar os trabalhadores para sua melhores aptidões e treiná-los para cada cargo (seleção ou preparo)
▪ supervisionar se o trabalho está sendo executado como foi estabelecido (controle)
▪ disciplinar o trabalho (execução)
Taylor e outros teóricos da Administração científica adicionaram maisprincípios, porém estes seguem como fundamentais e orientadores. Críticos apontam que estes métodos incorporam uma ideologia capitalista de redução do saber operário ao cumprimento de ordens, e seu enunciado como científico faz uma identificação exagerada destas opções administrativas com uma neutralidade (usualmente emprestada à Ciência)[4]. Mais grave, os estudos carecem de comprovação científica segundoum método aceito: fundam-se mais em conjecturas a partir de casos isolados e em evidências concretas, não em abstração[5].


Taylor iniciou o seu estudo observando o trabalho dos operários. Sua teoria seguiu um caminho de baixo para cima, e das partes para o todo, dando ênfase na tarefa. Para ele a administração tinha que ser tratada como ciência.
Desta forma ele buscava ter um maior rendimentodo serviço do operariado da época, o qual era desqualificado e tratado com desleixo pelas empresas. O estudo de "tempos e movimentos" mostrou que um "exército" industrial desqualificado significava baixa produtividade e lucros decrescentes, forçando as empresas a contratarem mais operários.
Taylor tinha o objetivo de acelerar o processo produtivo, ou seja, produzir mais em menos tempo, e comqualidade.
Para Taylor:
à gerência caberia: afixar trabalhadores numa jornada de trabalho controlada, supervisionada, sem interrupções, a seu controle,
podendo o trabalhador só parar para descansar, quando for permitido, com particularização de cada movimento;
a gerência não podia deixar o controle do processo de trabalho nas mãos dos trabalhadores. Como os trabalhadores conheciam mais a funçãodo que o gerente, este deveria aprender os métodos de trabalho com aqueles para então cobrar dos seus operários;
o ritmo lento de trabalho e a vadiação eram inimigas da produção;
o processo de trabalho não devia estar nas mãos dos trabalhadores, que de fato estava por meio do trabalho combinado. Sua grande descoberta foram os conhecimentos da produção de processo combinado. Contudo, o processo eas decisões deveriam passar pela gerência e não pelo trabalhador;
com o conhecimento da produção, a gerência poderia estabelecer os tempos necessários. Assim, fixou a distribuição do tempo de trabalho.
Taylor não estava interessado no avanço tecnológico, mas preocupado em controlar o trabalho a qualquer nível de tecnologia.
Fez pesquisa para analisar como o trabalhador poderia produzir mais...
tracking img