Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2434 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA UNIDERP

POLO DE NAVIRAÍ

CURSO SERVIÇO SOCIAL




A HISTÓRIA DOS DIREITOS HUMANOS


Matéria: SOCIOLOGIA
Profª. Mª. Cláudia Regina Benedetti






Alunas: Bruna de Oliveira Fernandes.   RA- 353393
Cristina Candida da Silva. RA- 388797
Neyla Silva Miolli.             RA- 358682
Adrielly Gerra da Silva.           RA- 355528NAVIRAÍ, 06 DE NOVEMBRO DE 2012.



















SUMÁRIO







INTRODUÇÃO....................................................................................Pag. 03

A HISTÓRIA DOS DIREITOS HUMANOS......................................Pag.04

REVOLUÇÃO FRANCESA E REVOLUÇÃO AMERICANA........Pag.05

A ERA DASREVOLUÇÕES...............................................................Pag.07

OS DIREITOS HUMANOS E A POLÍTICA INTERNACIONAL....Pag.08

OS DIREITOS HUMANOS NO BRASIL...........................................Pag.09

CONSIDERAÇÕES FINAIS................................................................Pag.11

REFERENCIAS BLIBLIOGRAFICAS...............................................Pag.12INTRODUÇÃO




Este trabalho tem por finalidade conhecer a história dos direitos humanos, as revoluções marcantes que aconteceram até a declaração universal dos direitos humanos ser ortogada.

Vamos compreender os direitos humanos através da solidariedade orgânica de Durkheim e através das Revoluções Francesa e Americana.Veremos o que a Declaração dos direitos Humanos nos garantem e suas políticas internacionais e por ultimo veremos sua aplicação no Brasil.














































A HISTÓRIA DOS DIREITOS HUMANOS

A luta por direitos é uma construção histórica. Eles são sempre conquistados por aqueles que vivem em situações de opressão,invisibilidade, desrespeito ou violação. O que se costuma chamar de Direitos Humanos é fruto de um processo histórico de lutas e de conflitos, marcado por conquistas.

As sociedades trazem diferenças e divergências entre os indivíduos. Essas diferenças e divergências criam a necessidade de regular a interação dos indivíduos, a fim de garantir uma convivência pacífica na sociedade. Tal regulaçãotem por base, ética e direitos humanos que representam os princípios norteadores da convivência humana.
Durkheim pensa nas sociedades complexas como grandes organismos vivos, onde os órgãos são diferentes entre si, mas todos dependem um do outro para o bom funcionamento do ser vivo.
Para garantir a coesão social onde predomina a solidariedade orgânica, a coesão social não está firmada emcrenças e valores sociais, religiosos, na tradição ou nos costumes compartilhados, mas nos códigos e regras de conduta que estabelecem direitos e deveres e se expressam em normas jurídicas: isto é, o Direito.
A noção moderna de Direitos Humanos faz parte da ideia de que a sociedade é capaz de garantir a justiça - através das leis e do Estado - e dos princípios da universalidade e o direitonatural à vida, à liberdade e ao pensamento.
Ao mesmo tempo, as Declarações registram situações históricas precisas: buscam assegurar conquistas decorrentes de grandes mudanças sociais ou marcos revolucionários, como, por exemplo, as Declarações de Direitos das revoluções Inglesas (1640 e 1688), da Independência Norte-Americana, Francesa (1789). Que visavam preservar a humanidade da violência,após momentos de grandes traumas - como os vividos na Segunda Guerra, com o fascismo e o nazismo, dando origem à Declaração dos Direitos Humanos de 1948.




REVOLUÇÃO FRANCESA E REVOLUÇÃO AMERICANA.
Ambas são revoluções burguesas, da elite, porém foram movimentos muitos próximos, que lutavam pelo direito à liberdade dos direitos dos indivíduos, de imprensa e organização, tais...
tracking img