Sociedade de consumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (272 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Vida para consumo - Capítulo 3 – Cultura Conumista

Com a frequente transformação do mercado de consumo, Zygmunt Bauman usa como exemplo no início de sua explicitação“Um manual de moda influente, muito lido e respeitado, editado para a temporada outono-inverno por um jornal prestigioso” que disponibiliza “meia duzia de visuais chavepara os proximos meses, que vão colocar você à frente da tendência de estilo.”
Na sociedade de consumo, “estar a frente” significa estar dentro de um espaço onde aaprovação é delimitada pela segurança de obter a marca desejada, onde se tem realmente, segundo o autor, o verdadeiro sentimento de pertença, mesmo que dentro de um períodolimitado. Podemos dizer então, que o desejo de consumo criado pelo “manual de moda influente” foi minuciosamente caracterizado pelos tipos de experiencias que a vida de consumocarece.
O “estar a frente”, transmite um alto valor dentro da sociedade passada pelo autor como uma sociedade onde as pessoas são a mercadoria, fazendo que assim sejagerado também demandas, onde tais demandas são exemplificadas pela inclusão e aprovação do sujeito. Eventuais demandas passam pela aquisição e “anúncio públco” da marcaonde tal exibição é considerado entao como o “sentimento de pertença”. Assim sendo, e por sua vez tendo um período limitado de exibição, o “estar a frente” gera umadeterminada preocupação com fim do “período de circulação”, dando ao sujeito desatento ao mercado a chance de ficarem à margem, ou como traduz o autor, de sentimento de rejeiçãoe exclusão e abandono do sujeito. Essa preocupação é utilizada pelo autor como uma crescente mobilização de pessoas que são impulsionadas pelos bens de outras pessoas.
tracking img